Esperado para este ano, projeções antecipam a nova geração do Mercedes-Benz Classe C

Modelo deverá manter a plataforma, atualizando elementos estéticos
Projeção do site russo Kolesa sobre a nova geração do Mercedes-Benz Classe C

Projeção do site russo Kolesa sobre a nova geração do Mercedes-Benz Classe C | Imagem: Kolesa/Nikita Chuyko

 O Mercedes-Benz Classe C figura como o automóvel de passeio mais importante para a marca em termos de volume de venda, liderando também a preferência do público brasileiro quando opta por um modelo da fabricante alemã. Logo, tudo o que envolve o sedan torna-se muito relevante.

O site russo Kolesa publicou duas interessantes projeções sobre o que podemos esperar para a próxima geração do sedan médio-grande, esperada para estrear até o fim deste ano como linha 2021. Vale a pena destacar que o Classe C atual foi re-estilizado em 2018 e a presente geração foi lançada em 2014.

Tomando como base referências de flagras recentes do sedan, o designer Nikita Chuyko fez a sua interpretação do que podemos esperar para a novidade. É esperado que o novo Classe C 2021 conte com uma configuração atualizada da mesma plataforma MRA utilizada pelo sedan atualmente.

Com isso, o porte do sedan não deve sofrer alterações muito significativas, sendo que os ganhos devem residir muito mais na parte mecânica e na eletrônica embarcada. Visualmente, o novo Classe C herdará elementos, em especial nos conjuntos de iluminação, baseados nas versões mais recentes de Classe A e Classe E. Podemos esperar, portanto, faróis e lanternas mais afilados e arrojados, além de uma grade frontal mais destacada e esportiva. Aliás, a tendência dos sedans para reforçarem sua característica mais dinâmica cresce a cada dia, em especial para diferenciá-los dos SUVs e figurar como uma alternativa a quem busca um comportamento ao volante e respostas dinâmicas mais aguçadas.

Por dentro, o Classe C 2021 também deverá evoluir consideravelmente, trazendo um painel retrabalhado, novo volante e uma nova central multimídia, com uma tela generosa cobrindo boa parte do console central.

O aprimoramento na arquitetura MRA permitirá que o Classe C em sua próxima geração contemple conjuntos mecânicos eletrificados, com destaque para uma variante híbrida plug-in e também opções híbridas leve em conjunto com variantes somente a combustão.

Para o próximo ano está prevista a estreia da variante de alto desempenho C 63 com a grife da submarca Mercedes-AMG. A grande novidade é que a configuração deverá aposentar o propulsor V8. Em seu lugar, entraria o 2.0 turbo que, com o apoio da eletrificação, poderia entregar mais de 500 cv sem deixar de lado o controle com o consumo de combustível e nível de emissões. Logo, boas novidades são esperadas para a gama Classe C ao longo dos próximos meses. Vamos acompanhar de perto!

Projeção do site russo Kolesa sobre a nova geração do Mercedes-Benz Classe C
Projeção do site russo Kolesa sobre a nova geração do Mercedes-Benz Classe C
Imagem: Kolesa/Nikita Chuyko

Assine a newsletter semanal do AUTOO!