EUA ainda conta com Frontier antiga, mas ela ganhou novo motor V6

Caminhonete da Nissan ainda está uma geração atrasada, mas a marca deu um upgrade no propulsor
Acima a Nissan Frontier vendida nos EUA

Acima a Nissan Frontier vendida nos EUA | Imagem: Divulgação

Enquanto a Nissan já oferece no Brasil a terceira geração da Frontier, desenvolvida em conjunto com a Renault Alaskan e a Mercedes-Benz Classe X, o mercado norte-americano vende apenas a antiga segunda geração do modelo. Mas quando o assunto e mecânica, os norte-americanos podem estar mais avançados do que nós.

Por aqui, a Frontier é oferecida apenas com o motor 2.3 turbodiesel de quatro cilindros podendo entregar 160 cv de potência e 41 kgfm de torque, ou 190 cv e 45,9 kgfm quando dotado de dois turbocompressores. Ainda que na carroceria antiga, é oferecido nos EUA uma motorização V6 e ela acabou de passar por um upgrade na linha 2020.

A capacidade do turbodiesel V6 caiu de 4.0 para 3.8, mas a potência subiu de 264 cv para 314 cv, enquanto o torque se manteve em 38,8 kgfm. Além da atualização do motor, a Nissan também substituiu as opções de transmissão na Frontier 2020 norte-americana. Saiu de cena o arcaico automático de cinco velocidades e, em seu lugar, entrou uma nova caixa automática de nove marchas. No entanto, a marca deixou de oferecer câmbio manual para essa motorização.

Aqui no Brasil, a Frontier de terceira geração tem preços variando entre R$ 140.900 e R$ 194.790. Nos EUA, os preços para linha 2020 da segunda geração da caminhonete ainda não foram divulgadas, mas os modelos 2019 tinham preços começando em US$ 19.290, ou cerca de R$ 81,7 mil na conversão direta. 

Acima a Nissan Frontier vendida nos EUA
Acima a Nissan Frontier vendida nos EUA
Imagem: Divulgação

Assine a newsletter semanal do AUTOO!