O website Auto Segredos teve acesso ao material para a rede de concessionários Fiat no Brasil sobre o Cinquecento fabricado no México, versão está que desembarca no mercado brasileiro a partir de setembro deste ano. As planilhas não informam o preço, mas apontam um catálogo contendo seis versões, incluindo a série especial de estreia Prima Edizione com motor 1.4. A linha ainda têm as séries Cult, Cult Dualogic, Sport Air, Sport Air Automático e Lounge Air Automático.

O 500 nas versões Cult virão com o motor 1.4 8V Evo Flex, o mesmo usado no novo Uno. Já as demais opções usam o propulsor 1.4 16V Multiair mais sofisticado, com sistema de abertura de válvulas mais eficiente tanto em consumo como em desempenho. Outro dado curioso revelado é a opção de transmissão automática de 6 marchas para as séries Sport e Lounge, em paralelo ao câmbio automatizado (ou seja, com controle eletrônico de embreagem) Dualogic, que já é tratado nos comerciais da Fiat no Brasil como uma caixa automática.

A versão de entrada Cult já virá equipada com rodas de liga leve aro 15”, freios ABS, airbag duplo frontal , ar-condicionado, rádio CD/MP3 player, entre outros itens de segurança, como controle eletrônico de estabilidade (ESP) e sistema isofix para fixação de cadeirinhas. O 500 Sport Air, por sua vez, vem com para-choque frontal mais esportivo, airbags laterais, controle eletrônico de velocidade (cruise control), rodas aro 16”, faróis de neblina e detalhes em couro nos assentos e volante.

Ficha do 500 Sport made in México
Divulgação

Versão Sport tem para-choque com desenho mais esportivo, além de airbags laterais e opção de câmbio automático

A série top de linha Lounge se diferencia pelo jogo de rodas aro 17” com desenho mais conservador e detalhes cromados, como os frisos nas laterais e os apliques nos retrovisores. O nível de equipamentos da versão é como o do 500 Sport. Por fim, como opcional, todas as variantes do compacto mexicano poderão ainda ganhar teto solar elétrico, sistema de som da Bose e Blue&Me, para conexão de mídias externas e telefonia por Bluetooth.

Enfim mais barato

Atualmente importado da distante Polonia, o 500 à venda no Brasil ainda é muito caro – começa em R$ 59.360 e bate nos R$ 65.540. Vindo do México, além do frete mais barato, o compacto também chegará ao mercado nacional isento dos 35% de impostos, como prevê o acordo comercial bilateral entre Brasil e México. A divisão brasileira da marca ainda não confirma, mas é esperado que o compacto mexicano chegue com preços na casa dos R$ 40.000.

Conheça os carros mais vendidos do Brasil nos últimos 10 anos

Thiago Vinholes

|