Eles não estão no topo do ranking de vendas, mas em um segmento tão aquecido e disputado como é o caso dos SUVs compactos, é sempre bom ficarmos atentos em todas as opções que podemos encontrar.

Recentemente o Ford EcoSport e o Peugeot 2008 foram dois modelos que estrearam novidades interessantes, ambos com a chegada de suas linhas 2018 às concessionárias.

Com uma “pegada” mais global, agora oferecido em mercados da Europa e nos EUA, o EcoSport deu uma bela subida de nível em termos de acabamento e qualidade construtiva, pontos em que o modelo deixava a desejar desde o lançamento há mais de 10 anos. Para se tornar competitivo em países maduros, esse salto no projeto do SUV era vital e ainda beneficiou a todos os locais onde o EcoSport é produzido.

Como você confere em nosso vídeo, alinhamos para esta matéria a versão FreeStyle 1.5 automática, a mais procurada do modelo. Além do acabamento, a melhora no conjunto mecânico do EcoSport 2018 foi mais do que desejada (e esperada). O modelo finalmente se despediu do problemático câmbio de dupla embreagem e adotou uma caixa automática convencional com 6 marchas. Se perde na agilidade das trocas, a troca de transmissão confere melhor robustez e confiabilidade ao modelo, qualidades que, convenhamos, são mais desejadas.

Ponto positivo também vai para o eficiente – e novo – motor 1.5 com 3 cilindros. Com um alto padrão de fabricação e usando técnicas e materiais mais sofisticados, a Ford conseguiu retirar do propulsor 137 cv e 16,1 kgfm de torque com etanol, o que lhe confere uma excelente relação de potência específica de 91,5 cv/l, número que quase se equipara ao de modelos com algum tipo de sobrealimentação. Graças à nova combinação, o EcoSport consegue alcançar médias de 10,4 km/l na cidade e 12,8 km/l na estrada, números obtidos com gasolina. Com 1.272 kg, o que não representa um peso tão elevado assim, o EcoSport FreeStyle 1.5 automático consegue acelerar de 0 a 100 km/h na casa de 11,5 segundos, o que já lhe rende um patamar aceitável de desempenho.

Quem também melhorou nos números de consumo e desempenho foi o Peugeot 2008. O modelo não trouxe tantas mudanças quanto o EcoSport, mas a chegada do câmbio automático de 6 marchas foi muito importante para o segundo modelo mais vendido da Peugeot no Brasil. Em termos de consumo, as médias com gasolina saíram de 9,5 km/l na cidade e 11 km/l na estrada para 10,7 km/l e 13 km/l, respectivamente, graças às 2 marchas extras da caixa de câmbio.

Curioso é que ao comparar os números de potência e torque do motor 1.6 16V do Peugeot 2008 você tem a exata noção de como o propulsor 1.5 do EcoSport é eficiente. Lembra-se dos 137 cv do EcoSport? Pois é, mesmo com um deslocamento maior, o 1.6 16V do Peugeot entrega até 118 cv com etanol e 16,1 kgfm de torque, mesmo número do EcoSport 1.5. Não é à toa que, ao volante, a sensação de desempenho nos dois modelos é bem próxima. O Peugeot 2008 automático, por sua vez, alcança os 100 km/h em aproximadamente 12 segundos, tempo similar ao do EcoSport.

 

 

Com uma proposta mais esportiva ao volante, o Peugeot 2008 tende a agradar quem prefere conciliar a maior altura em relação ao solo de um SUV com a dirigibilidade próxima a de um hatch ou um sedã. Não que o EcoSport fique devendo em comportamento dinâmico, mas sua posição de dirigir e concepção de uma forma geral da cabine abraça de vez a proposta de um utilitário esportivo, posicionando motorista e passageiros de uma forma mais vertical e valorizando a maior altura do modelo acima do piso.

Seja no EcoSport ou no 2008, em nenhum deles você encontrará cabines muito espaçosas como é o caso do Honda HR-V, por exemplo. Com 4,15 m de comprimento, o 2008 é ligeiramente mais curto que os demais concorrentes, mas pesa a seu favor o entre-eixos de 2,54 m. O EcoSport, por sua vez, tem 4,26 m de um para-choque a outro (levando em conta também o estepe, como bem lembrou nosso leitor Eduardo nos comentários) e 2,51 m de entre-eixos. Em ambos o espaço é apenas razoável para 4 adultos. No porta-malas, um empate entre os volumes disponíveis, com o EcoSport acomodando 356 litros e o 2008 outros 355 litros de bagagem. Não são volumes muito generosos, considerando que os novos Fiat Argo e VW Polo, por exemplo, podem levar 300 litros em seus compartimentos de carga, mas atendem as necessidades de um casal com um filho sem problema.

O que depõe contra o Peugeot 2008 é que em nenhuma de suas versões com o motor 1.6 aspirado você encontrará os controles de tração e estabilidade, importantes atributos de segurança ativa que são itens de série no Ford EcoSport FreeStyle. O EcoSport 2018 também sai de fábrica com 7 airbags em todas as versões, iniciativa que merece elogios.

Já que estamos falando de equipamentos, a lista do EcoSport FreeStyle também é muito rubusta e contempla também o revestimento de bancos que mescla couro e tecido, ar-condicionado automático digital, rodas de liga leve aro 16”, controlador de velocidade de cruzeiro, dentre outros. O modelo também traz como um de seus pontos fortes a terceira geração da central multimídia Sync. Além de câmera de ré e navegador integrados, o Sync 3 conta com suporte ao Apple CarPlay e o Android Auto. Fácil de operar, seja pelos comandos na tela ou por voz, a central multimídia Sync 3 é uma das mais bem resolvidas do mercado.

Se você está disposto a gastar R$ 89.990 em um EcoSport FreeStyle automático, já é possível levar o 2008 em sua configuração Griffe automática (R$ 85.190), como a que você confere em nosso vídeo, ou na opção Crossway de R$ 87.190. Em sua versão mais cara, o 2008 traz itens como o teto panorâmico de vidro, 6 airbags, sensor de chuva, acendimento automático dos faróis, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro e central multimídia com câmera de ré além do Apple CarPlay e Android Auto.

É inegável que o custo-benefício do Peugeot 2008 é bem convidativo, até mesmo porque sua versão Griffe já conta com vários dos equipamentos mencionados no parágrafo anterior, mas apesar de mais caro o Ford EcoSport FreeStyle entrega um patamar de segurança muito mais elevado. O EcoSport também conta com um conjunto mecânico mais eficiente que o 2008 1.6 automático e conta também com um pacote de revisões um pouco mais barato, somando R$ 1.616 até os 30.000 km enquanto a Peugeot pede R$ 1.662 para as inspeções do 2008 no mesmo período.

Por tudo isso, o Ford EcoSport em sua versão FreeStyle 1.5 automática pode não representar o modelo mais recente no segmento, mas recebeu uma excelente atualização para a linha 2018 e se firma, pelo menos em nosso comparativo, como uma compra mais interessante em relação ao 2008.

 
 
Peugeot 2008 2018
 
Peugeot 2008 2018
Peugeot 2008 2018
Peugeot 2008 2018
 
Peugeot 2008 2018
Peugeot 2008 2018
Peugeot 2008 2018
 
Peugeot 2008 2018
Peugeot 2008 2018
Peugeot 2008 2018
 
Peugeot 2008 2018
Peugeot 2008 2018
Peugeot 2008 2018
 
Peugeot 2008 2018
Peugeot 2008 2018
Ford EcoSport 2018
 
Ford EcoSport 2018
Ford EcoSport 2018
Ford EcoSport 2018
 
Ford EcoSport 2018
Ford EcoSport 2018
Ford EcoSport 2018
 
Ford EcoSport 2018
Ford EcoSport 2018
Ford EcoSport 2018
 
Ford EcoSport 2018
Ford EcoSport 2018
Ford EcoSport 2018
 
Ford EcoSport 2018
Ford EcoSport 2018
Ford EcoSport 2018
 
Ford EcoSport 2018
Ford EcoSport 2018
Ford EcoSport 2018
 
Ford EcoSport 2018
Ford EcoSport 2018
Ford EcoSport 2018
 
Ford EcoSport 2018
Ford EcoSport 2018
Ford EcoSport 2018
 
Ford EcoSport 2018
Ford EcoSport 2018
Ford EcoSport 2018
 
Ford EcoSport 2018
Ford EcoSport 2018
Ford EcoSport 2018
 
Ford EcoSport 2018
Ford EcoSport 2018
Ford EcoSport 2018
 
Ford EcoSport 2018
Ford EcoSport 2018
Peugeot 2008 2018
 
Peugeot 2008 2018
Peugeot 2008 2018
Peugeot 2008 2018
 
Peugeot 2008 2018
Peugeot 2008 2018
Peugeot 2008 2018
 
Peugeot 2008 2018
Peugeot 2008 2018
Peugeot 2008 2018
 
Peugeot 2008 2018
Peugeot 2008 2018
Peugeot 2008 2018
 
Peugeot 2008 2018
Peugeot 2008 2018
Peugeot 2008 2018
 
Peugeot 2008 2018
Peugeot 2008 2018
Ford EcoSport vs. Peugeot 2008
 
Ford EcoSport vs. Peugeot 2008
Ford EcoSport vs. Peugeot 2008
 
 

Ficha técnica

Ford EcoSport 2018 FreeStyle 1.5 12V flex automático 4p
Preço R$ 88.490 (11/2017)
Categoria SUV compacto
Vendas em 2017 31.195 unidades
Motor 3 cilindros, 1497 cm³
Potência 130 cv a 4500 rpm (gasolina)
Torque 15,6 kgfm a 6500 rpm
Dimensões Comprimento 4,269 m, largura 1,765 m, altura 1,693 m, entreeixos 2,519 m
Peso em ordem de marcha 1272 kg
Tanque de combustível 52 litros
Porta-malas 356 litros
Veja ficha completa

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo |