Freio ABS completa 40 anos de mercado

Primeiro carro no mundo com o dispositivo foi o Mercedes-Benz Classe S
O Mercedes-Benz Classe S em 1978 realizando testes com o sistema de freios ABS

O Mercedes-Benz Classe S em 1978 realizando testes com o sistema de freios ABS | Imagem: Divulgação

E lá se vão 40 anos desde que o primeiro automóvel com o sistema de freios ABS foi apresentado ao mundo...

O recurso surgiu em agosto de 1978 equipando um Mercedes-Benz Classe S, como você pode conferir em nossa galeria de fotos. Desenvolvido pela Bosch em parceria com a fabricante, o sistema ABS (sigla em inglês para Anti-Lock Braking System) basicamente atua evitando o travamento das rodas em uma frenagem de emergência. Com isso, é possível controlar melhor o carro em situações extremas e evitar acidentes mais graves. Hoje o recurso é um item obrigatório por lei em todos os automóveis de passeio novos comercializados no Brasil, assim como o airbag frontal duplo.

Outro ponto relevante que o ABS colaborou para a história automotiva é que o recurso pavimentou o caminho para a eletrônica embarcada, uma vez que o sistema depende de uma série de análises realizadas por unidades de processamento colocadas no automóvel. Os sensores, por exemplo, precisam avaliar a rotação das rodas em períodos de aceleração e desaceleração sem margem para erro, incluindo aí períodos em que o veículo está realizando alguma curva ou trafegando por superfícies molhadas ou com muitas imperfeições.

O Mercedes-Benz Classe S oferecia, no fim de 1978, o ABS como um equipamento opcional, porém somente a partir de 1992 todos os automóveis da marca alemã receberam o equipamento como um item de série.

Hoje em dia um automóvel moderno pode receber uma série de recursos de assistência e segurança que remontam ao ABS, tais como os controles de tração e estabilidade, frenagem autônoma de emergência, dentre outros. Em uma era onde caminhamos para os carros dotados de condução autônoma, os automóveis vão se convertendo em computadores sobre rodas. Para quem todos os futuros sistemas possam operar, além de uma elevada capacidade de processamento os veículos serão equipados como uma série de sensores, radares, câmeras, dentre outros que exigirão arquiteturas elétricas e eletrônicas cada vez mais avançadas.  

 
 
O Mercedes-Benz Classe S em 1978 realizando testes com o sistema de freios ABS
 
O Mercedes-Benz Classe S em 1978 realizando testes com o sistema de freios ABS
O Mercedes-Benz Classe S em 1978 realizando testes com o sistema de freios ABS
O Mercedes-Benz Classe S em 1978 realizando testes com o sistema de freios ABS
 
O Mercedes-Benz Classe S em 1978 realizando testes com o sistema de freios ABS
O Mercedes-Benz Classe S em 1978 realizando testes com o sistema de freios ABS
O Mercedes-Benz Classe S em 1978 realizando testes com o sistema de freios ABS
 
O Mercedes-Benz Classe S em 1978 realizando testes com o sistema de freios ABS
O Mercedes-Benz Classe S em 1978 realizando testes com o sistema de freios ABS
Acima alguns dos componentes do primeiro sistema de freios ABS aplicado em carro
 
Acima alguns dos componentes do primeiro sistema de freios ABS aplicado em carro
Acima alguns dos componentes do primeiro sistema de freios ABS aplicado em carro
 
 
Assine a newsletter semanal do AUTOO!