Comemora-se nesta quinta-feira, 20 de janeiro, o Dia Nacional do Fusca. Para celebrar os 52 anos de história do carro no Brasil, a Volkswagen e o Fusca Clube do Brasil realizarão um evento no pátio na fábrica da marca em São Bernardo do Campo (SP), no km 23,5 da Rodovia Anchieta. No local serão expostos modelos Fusca, Brasília, Kombi, entre outros devidamente restaurados, além de barracas para venda de peças e acessórios específicos para os clássicos da Volks.

O evento será aberto ao público, que tem de levar 2 kg de alimento não perecível para ser doado às vítimas das chuvas que castigaram a região serrana do Rio de Janeiro. “Esperamos mais de 1 mil pessoas na festa”, afirma Roney Celso Iannone, presidente do Fusca Clube do Brasil, em comunicado.

Eterno clássico

O Fusca chegou ao Brasil no já distante ano de 1950. A princípio o carro, ainda chamado Volkswagen Sedan, vinha importado de forma independente da Alemanha desmontado em kits CKD que posteriormente eram montados pela Brasmotor. Em 1953, a própria VW, já instalada no país, assumiu a montagem do carro, que passaria a ser oficialmente fabricado por aqui somente em 1959, com a inauguração da fábrica em São Bernardo.

O sucesso do carro foi imediato e ele logo passou a dominar as ruas. Seu domínio ficou ainda mais evidente em 1966 quando a VW comprou a Vemag, que fabricava o DKW Belcar, o então principal rival do veículo da VW na época.  Em 1986, a Volks encerrou a produção do modelo sendo substituído primeiro Gol. Porém, em 1993, a pedido do então presidente Itamar Franco, o “besouro” voltou a ser fabricado para atender a demanda popular, para novamente ser descontinuado em 1996.  Contando os dois períodos de produção, ao todo foram feitos 3.321.251 unidades do Fusca no Brasil.

Conheça os carros mais vendidos do Brasil nos últimos 10 anos

Thiago Vinholes

|