GM convoca recall para unidades 2020 a 2022 do Chevrolet Tracker

Campanha envolve o isolador acústico do carpete e pré-tensionadores próximos da coluna B
Chevrolet Tracker 2021

Chevrolet Tracker 2021 | Imagem: Divulgação

Após bloquear as entregas de unidades 0 km do Chevrolet Tracker, a GM anunciou no começo da noite desta quarta-feira uma nova campanha de recall envolvendo o SUV compacto. 

O chamamento contempla praticamente todas as unidades da geração mais recente do utilitário esportivo, envolvendo modelos produzidos entre 25 de outubro de 2019 e 5 de abril de 2022. 

Todos as unidades com numeração de chassi dentro do intervalo entre os finais LB900009 e NB202060 deverão atender a campanha. 

Segundo a Chevrolet, o início do agendamento pelos diversos canais da marca e a rede de concessionárias será imediato, porém os atendimentos ocorrerão somente a partir de 13 de maio deste ano. 

A fabricante explica que “em caso de colisão, onde o acionamento dos pré-tensionadores abdominais dos cintos de segurança dianteiros é esperado, constatou-se a possibilidade de fagulhas decorrentes do seu funcionamento normal, as quais, direcionadas à frente, poderiam atingir o isolador acústico do carpete”. 

Com isso, existe a “possibilidade de princípio de incêndio na região inferior da coluna B, podendo resultar em danos materiais, lesões físicas graves, ou até mesmo fatais, ao motorista e aos ocupantes do veículo”, acrescenta a GM. 

O reparo, que consiste na instalação de uma proteção no isolador acústico do carpete e pré-tensionadores, tem um tempo estimado de execução de até 2 horas e 30 minutos, de acordo com a Chevrolet. 

Para esclarecer demais dúvidas, a fabricante coloca à disposição sua central de relacionamento pelo telefone 0800-702-4200, WhatsApp no número (11) 99882-8157, assim como seu site comercial. 

Chevrolet Tracker 2022
Recall envolve problema no isolador acústico do carpete
Imagem: Divulgação