Basta lembrar de algum filme juvenil das décadas de 1970 e 1980 para notar que o veículo preferido dos jovens que estavam nas universidades era o furgão de entregas. Adaptados para virar quartos ambulantes, esses utilitários eram a moradia e o local de diversão da moçada da época.

Pois a indústria automobilística resolveu reviver esse tempo e criar modelos sob medida para esse público. A ideia não é nova – a Scion, subsidiária da Toyota, já faz isso há anos com o xB -, mas agora parece ter encontrado seu momento ideal em que os carros começam a incorporar várias funções que não apenas ser um meio de locomoção. Bluetooth, navegadores, conexão com a internet e até mesmo postagem no Twitter passaram a virar realidade.

E a General Motors mostra em Detroit que quer entrar na brincadeira, mas escolheu justamente sua marca mais ligada aos veículos comerciais, a GMC, para isso. O modelo conceitual Granite é sua aposta.

Com dimensões pequenas comparadas à outros GMC, o Granite tem formato de “caixa sobre rodas” e é considerado pela marca um “loft urbano”. O painel foi inspirado nos instrumentos de aeronaves e suas portas traseiras são do tipo “suicida”.

O motor é o Ecotec turbo 1.4 que já equipa o sedã Cruze e que deve se transformar no padrão para veículos menores da montadora.A GM não confirma se o Granite entrará em produção, mas a aparência do veículo, apesar de alguns exageros de protótipo, dão a entender que sim.

Conheça os carros mais vendidos do Brasil nos últimos 10 anos

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/

Veja mais notícias da marca