Grupo asiático conclui compra da SAAB

Novo investidor promete lançar carro elétrico baseado no modelo 9-3 em 18 meses

O sedã 9-3 vai ganhar motor elétrico em 2014 | Imagem: Saab

A tradicional fabricante Saab ganhou uma nova chance de continuar sua história. Conforme veicula a agência de notícias Associated Press, o grupo sino-japonês National Electric Vehicle Sweden (NEVS) concluiu nesta terça-feira (4) a compra da marca, que formalizou seu pedido de falência em dezembro de 2011 e acabou colocada à venda pelo grupo General Motors, que detinha os direitos da divisão de automóveis da empresa sueca desde 1990. A notícia, porém, não cita o valor desembolsado pela NEVS na negociação - especula-se algo em torno de US$ 210 milhões a US$ 250 milhões.

E a nova proprietária da marca sueca já tem planos para o futuro de sua nova divisão. Sob o controle da NEVS, a Saab produzirá somente automóveis elétricos. O primeiro deles, segundo o grupo asiático, será lançado em “18 meses”, em fevereiro de 2014. O veículo será uma versão do sedã 9-3 com propulsão totalmente elétrica.

A NEVS, entretanto, não poderá utilizar o tradicional logotipo da Saab, pois este já é usado pela divisão de caminhões, que pertence à Scania.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!
Tags