Honda convoca Accord, Civic e CR-V para recall de airbags

Chamado no mercado brasileiro envolve mais de 5 mil carros; bolsa inflável pode abrir de forma inadequada

Honda Civic 2012 | Imagem: Divulgação

Honda do Brasil anunciou uma chamado de recall para 5.573 carros que podem apresentar ruptura do insuflador do airbag em caso de colisão frontal moderada ou severa. A ação envolve os modelos Accord, Civic e CR-V.

Devido a falha, há possibilidade da projeção de fragmentos na região interna do veículo e, em casos remotos, incêndio. O defeito pode ainda causar, em situações extremas, danos materiais e lesões graves ou até mesmo fatais aos ocupantes. O reparo consiste apenas na substituição do insuflador do airbag, sem nenhum custo.

O Honda Accord envolvido no recall é de ano/modelo 2003, produzido entre 18 de julho de 2002 e 1 de outubro de 2003, com chassis de 500001 até 500245. O Honda CR-V, por sua vez, é de ano/modelo 2012, com produção de 20 de dezembro de 2011 a 18 de junho de 2012, com relação de chassis de 500020 até 505704.

Por fim, o Honda Civic tem ano/modelo 2012 (de 200001 até 400051, produzido entre 8/11/2011 e 13/6/2012), 2013 (de 201449 até 226272, fabricado entre 10/7/2012 e 21/12/2012), 2014 (de 100157 até 186692, entre 10/1/2013 e 30/6/2014) e 2015 (de 200140 até 207030, entre 3/6/2014 e 31/7/2014).

Para confirmação da necessidade do reparo e agendamento do serviço, o proprietário deve entrar em contato através do site honda.com.br/recall/autos ou na Central de Atendimento pelo telefone: 0800-701-3432.

Recomendados por AUTOO

Youtube
Toyota Corolla Cross 2025 muda para encarar chineses

Toyota Corolla Cross 2025 muda para encarar chineses

Modelo ganhou novo visual e alguns equipamentos interessantes. Assista
Aviação
Maior avião brasileiro está combatendo incêndios no Pantanal

Maior avião brasileiro está combatendo incêndios no Pantanal

Embraer KC-390 da FAB pode ser convertido para avião bombeiro. Veja como funciona
MOTOO
Bajaj inaugura fábrica no Brasil

Bajaj inaugura fábrica no Brasil

Uma das maiores montadoras do mundo, a gigante indiana construiu fábrica própria em Manaus para produção de motocicletas