A evolução dos painéis dos veículos, tanto na instrumentação bem como das centrais multimídia, é uma demanda que as montadoras recebem de clientes cada vez mais exigentes. Mas agora o tipo de informação compartilhada com os ocupantes do veículo está chegando a um outro patamar: "estamos trabalhando continuamente em novas tecnologias que tornam nossos carros perfeitamente intuitivos e fáceis de usar”, diz Regina Kaiser, engenheira sênior de interface de máquina humana do Centro Técnico da Hyundai localizado na Europa.

Os volantes e cockpits da Hyundai evoluíram e, segundo a marca, o desenvolvimento de novas tecnologias só aumentará daqui para frente para conectar o que há de mais novo com os consumidores.

Estágios de desenvolvimento

Em 2015, existiam cinco fases de desenvolvimento de painéis na Hyundai. Uma avaliação sobre os volantes e cockpits da marca, assim como dos concorrentes, mostrou uma grande variedade e quantidade de botões. Isso fez com que a marca coreana diminuísse o número de botões na cabine e criasse uma interface mais limpa.

Em 2016, a marca tirou a maioria dos botões e introduziu um touchpad, permitindo maior clareza e facilidades para comandar as tecnologias. Em 2017, chegou a customização do habitáculo e os touchpads foram substituídos por telas. Em 2018, os displays passaram a ser sensíveis ao toque e a Hyundai escolheu o novo i30 para provar que os comandos pelo volante seriam de grande valia para os usuários, portanto a tecnologia não deveria ficar limitada a carros de luxo: “Escolhemos o i30 para demonstrar que as inovações não se limitam a veículos de segmento superior”, explica Regina Kaiser. “A Hyundai pretende provar que as inovações podem ser levadas ​​para uma ampla base de clientes.”

A cabine do futuro da Hyundai conta com dois displays que podem ser configurados e o volante passa a ter botões adaptáveis ao desejo do usuário. O painel de instrumentos é formado por duas telas, uma atrás da outra com a distância de apenas 6 milímetros. Essa distância permite a projeção de imagens 3D, mostrando uma parte da informação na tela da frente e a outra parte na tela de trás. Isso ajuda a evitar que o motorista perca a atenção na estrada, uma vez que as informações necessárias para a condução, como a velocidade, permaneça em uma área de fácil leitura.

No ano passado a Hyundai realizou estudos para saber se os novos equipamentos ajudariam a diminuir a distração no trânsito. Em parceria com o Instituto de Würzburg para a Ciência do Tráfego e os resultados foram positivos. Os novos equipamentos demonstraram que, mesmo em tarefas mais complicadas (como trocar a cor do painel, por exemplo), as pessoas que participaram do teste indicaram apenas ligeira distração ao volante, não interferindo na tarefa de dirigir. Além disso, os participantes elogiaram o design e facilidade para manusear o protótipo.

Volantes configuráveis podem ser adaptados para veículos de qualquer segmento e os cockpits virtuais permitem a evolução de outras tecnologias, apesar de ainda ser um protótipo. Os estudos não terminaram e a Hyundai continuará investindo nessa tecnologia em seus laboratórios. Veja o vídeo: 

Vinicius Montoia

Formado pela PUC-SP em jornalismo, Vinicius já atua no setor automobilístico desde 2013. É criador do canal Narração Esportiva do Youtube, projeto que conta a história dos maiores narradores esportivos do país

Vinicius Montoia | https://www.youtube.com/channel/UC2lKRtZdmSdMRJZ8Pim78Fw