Hyundai aproveitará estrutura da GM para fabricar carros

Se beneficiando da saída da General Motors na Europa, marca sul-coreana adquire fábrica em São Petersburgo, na Rússia
Hyundai Creta oferecido na Rússia

Hyundai Creta oferecido na Rússia | Imagem: Divulgação

Desde 2015, a General Motors deu início ao seu processo de saída do mercado europeu. Além de vender as marcas Opel e Vauxhall para o Grupo PSA, a empresa norte-americana também reduziu drasticamente suas atividades na fábrica que mantinha em São Petersburgo (RUS), fechando-a em 2015. Inaugurada em 2008, a linha de montagem tinha capacidade para produzir 100 mil carros por ano.

Agora, a Hyundai anunciou que adquiriu a unidade produtiva russa da GM. A negociação teria sido concluída em novembro, mas só agora foi informada ao público. Em comunicado, o chefe das operações da marca sul-coreana na Rússia, Alexey Kalitsev, afirmou que “é a nossa segunda fábrica no país e agora estamos trabalhando em possíveis cenários para usar esse ativo”. O valor da compra não foi anunciado e ainda não se sabe qual será o destino da linha de montagem.

Juntas, Kia e Hyundai já possuem por lá uma fábrica com capacidade produtiva anual de cerca de 200 mil unidades. Na Rússia, um dos destaques da empresa é o Creta. Ele conta com visual exclusivo e importante participação no segmento de SUVs compactos. A linha de produtos da Hyundai ainda inclui modelos como Solaris, Elantra, i30 N, Sonata, Tucson, Santa Fe, Palisade e H1. Em 2019, as duas marcas venderam juntas 400.000 veículos no país.

O Hyundai Creta vendido na Rússia pode parecer similar ao nosso, mas tem algumas diferenças de visual. Por outro lado, as opções de conjuntos motrizes são praticamente as mesmas. O SUV por lá conta apenas com os motores 1.6 e 2.0, ambos aspirados e que geram 123 cv e 150 cv de potência, respectivamente. A grande diferença é que, naquele país, o Creta oferece tração integral por conta da neve, algo que a Hyundai não julgou necessário para o Brasil.

Hyundai Creta 2021
Hyundai Creta vendido no Brasil
Imagem: Divulgação Hyundai