Ignorando a crise, Porsche atinge recorde de vendas no Brasil em 2020

Resultado da marca no acumulado do ano até setembro é 60% maior do que o registrado em 2019
Porsche 911 2020

Porsche 911 2020 | Imagem: Divulgação

Enquanto diversos setores da indústria brasileira, inclusive o automotivo, começam a se reerguer dos abalos econômicos causados pela pandemia do novo coronavírus, a subsidiária local da Porsche mostra que a fabricante alemã foi pouco abalada pela crise sanitária. Muito pelo contrário.

A fabricante destacou nesta segunda-feira (19) que, independente de qual for o resultado no quarto trimestre deste ano, a Porsche estabelece em 2020 um novo recorde de vendas no país.

De acordo com a fabricante, entre janeiro e setembro deste ano foram emplacados 2.130 carros da marca no país, uma melhora de 60% em relação ao mesmo período de 2019. A Porsche acrescenta também que é a primeira vez que a marca supera o volume de 2.000 unidades/ano entregues no Brasil.

A alta foi ‘puxada’ pelo excelente desempenho do icônico 911. As 685 unidades entregues significam um aumento de 262 por cento em relação ao período janeiro-setembro de 2019. O Cayenne foi o segundo modelo mais vendido (554 unidades, aumento de 42 por cento) e o 718 Boxster teve o segundo maior crescimento (261 veículos, aumento de 44 por cento). O Macan, terceiro no ranking de vendas da Porsche no Brasil, teve 446 unidades entregues, um aumento de12 por cento em relação a janeiro a setembro de 2019. Também expressivo foi o crescimento da linha Panamera: 100 automóveis entregues a clientes, um aumento de 32 por cento. Completando a linha Porsche, o Cayman teve 93 unidades entregues, representando uma redução de 12 por cento”, relata a Porsche em comunicado. 

Em todo o mundo, a Porsche entregou 191.547 veículos nos três primeiros trimestres de 2020 a Porsche. Em comparação com o mesmo período do ano passado, isso significa uma redução de cinco por cento. A Porsche vem demonstrando resiliência ante a crise do coronavírus. Graças a um novo e renovado portfólio de produtos, conseguimos manter a queda nas entregas num nível moderado. O mercado chinês recuperou-se rapidamente após o lockdown e a demanda em outros mercados também está mostrando novamente um crescimento significativo. Tudo isso contribuiu para alcançarmos este resultado”, acrescenta a empresa.

Porsche 911 2020
Porsche 911 2020
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!
Tags