Impressões: Honda ZR-V aposta no tradicional para encarar Compass e Corolla Cross

SUV médio chega importado em apenas uma versão de acabamento por R$ 214.500
Honda ZR-V 2024

Honda ZR-V 2024 | Imagem: Divulgação

Bom acabamento, motor silencioso, suspensão confortável. Talvez quem compra um SUV médio de R$ 214.500 não queira mais do que isso mesmo e é isso que espera a Honda ao trazer o ZR-V importado do México.

Depois de algum mistério o utilitário esportivo finalmente chega às lojas para encarar o segmento hoje disputado por Jeep Compass, Toyota Corolla Cross e Volkswagen Taos, principalmente.

Honda ZR-V 2024
Honda ZR-V 2024
Imagem: Divulgação

A Honda acredita que apostar no tradicional faça com que ela tenha sucesso com este novo produto. Então nada de versão híbrida ou investimento em motor turbo. Debaixo do capô se encontra um 2.0 aspirado de quatro cilindros de 161 cv e 19,1 kgfm de torque. 

Os números são baixos, principalmente o de torque, quando hoje já falamos de 1.0 com mais de 22 kgfm. Os executivos da marca acham que seus clientes não estão preocupados com isso, então fomos tirar a dúvida ao volante do novo ZR-V. 

Ao ligar o motor através do botão, o silêncio impera na cabine. Logo é possível notar que o funcionamento suave do propulsor, aliado com o bom acabamento interno que isola bem o som são os responsáveis por isso.

Honda ZR-V 2024
Honda ZR-V 2024
Imagem: Divulgação

Na cidade e no congestionamento que enfrentamos saindo de São Paulo não faltou motor. O câmbio CVT trabalhou de forma silenciosa e adequada para tirar o melhor do motor. O computador de bordo entregava o consumo de 10,2 km/l, o mesmo aferido pelo Inmetro em perímetro urbano. Vale lembrar que o ZR-V é movido somente a gasolina. Na estrada a marca é de 12,1 km/l, mas andando em velocidade moderada é possível consumir menos.

Passado o congestionamento, a estrada se abre à nossa frente e é hora de acelerar um pouco mais. O giro sobe e aí sim se houve o grito do motor a quase 5.000 rpm. Normal para um câmbio CVT, mas o desempenho parece não acompanhar o som. As retomadas parecem lentas. Ultrapassagens em trechos de subida devem ser bem calculadas.

Honda ZR-V 2024
Honda ZR-V 2024
Imagem: Divulgação

Podemos culpar também o porte do SUV, maior que seus concorrentes diretos. Ele tem 4,57 m de comprimento, 1,84 m de largura e 1,61 m de altura. A distância entre-eixos tem 2,66 m. O ZR-V tem 1.446 kg.

Decepcionante é o porta-malas de 389 litros. O bagageiro é até largo, mas o grosso isopor colocado sobre o estepe temporário rouba espaço das malas. A justificativa para isso é deixar o assoalho plano quando se dobrar o banco traseiro. Aí a capacidade sobe para 1.306 litros.

Honda ZR-V 2024
Honda ZR-V 2024
Imagem: Divulgação

A versão única, a Touring, vem bem equipada com ar-condicionado de duas zonas, oito airbags, ACC com assistente de permanência em faixa, teto solar, central multimídia com tela de nove polegadas com Apple Carplay sem fio, —mas Android Auto via cabo—, e rodas de 17 polegadas.

Siga o AUTOO nas redes: Instagram | LinkedIn | Youtube | Facebook | Twitter

Tags

Recomendados por AUTOO

Youtube
Toyota Corolla Cross 2025 muda para encarar chineses

Toyota Corolla Cross 2025 muda para encarar chineses

Modelo ganhou novo visual e alguns equipamentos interessantes. Assista
Aviação
Maior avião brasileiro está combatendo incêndios no Pantanal

Maior avião brasileiro está combatendo incêndios no Pantanal

Embraer KC-390 da FAB pode ser convertido para avião bombeiro. Veja como funciona
MOTOO
Bajaj inaugura fábrica no Brasil

Bajaj inaugura fábrica no Brasil

Uma das maiores montadoras do mundo, a gigante indiana construiu fábrica própria em Manaus para produção de motocicletas