IPVA: pagar à vista ou parcelado?

Especialista em finanças pessoais dá algumas dicas sobre o pagamento do tributo anual
IPVA

IPVA | Imagem: Reprodução internet

Época de começo de ano e começam a brotar os carnês... é IPTU, IPVA, taxas e mais taxas.

Mas se possível, é sempre bom economizar de alguma forma nos planejando melhor com uma reserva do décimo terceiro salário ou até mesmo fazendo uma provisão de despesas já que não temos como escapar das contas.

No caso do pagamento do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores), quem nos dá algumas orientações é Reinaldo Domingos, presidente da Associação Brasileira de Educação Financeira.

Segundo Domingos, ao optar pelo pagamento à vista com desconto ou pelo parcelamento do valor do IPVA, é interessante levar em conta sua situação financeira atual. O especialista classifica os perfis em “endividado, equilibrado financeiramente ou investidor”. “Se for a primeira ou segunda opção, já se sabe que não conseguirá realizar o pagamento inteiro de uma vez, sobrando o caminho do parcelamento”, destaca Domingos.

O educador financeira explica, entretanto, que deve-se “evitar ao máximo recorrer a empréstimos, limites do cheque especial ou qualquer outra maneira de crédito do mercado financeiro, pois isso apenas se tornaria uma bola de neve, devido aos juros altíssimos cobrados”.

Já para os “investidores”, que contam com uma situação financeira mais tranquila, o ideal é o pagamento à vista do tributo, que permite obter um desconto de 3% em média. “Mas é importante ficar atento aos compromissos futuros, já que muitas pessoas se deixam levar pelo bom desconto e acabam esquecendo que haverá outras contas a serem pagas naquele mesmo mês ou nos próximos. De que adianta pagar à vista e conseguir desconto em uma despesa e não ter dinheiro suficiente para as outras?”, conclui Domingos.

Novo sistema de aviso em São Paulo

Vale a pena destacar que no Estado de São Paulo o aviso do IPVA 2018 não será mais enviado por carta.

A partir do dia 21/12 a Secretaria da Fazenda de São Paulo já liberou a consulta aos valores do tributos, que pode ser feita em terminais de autoatendimento, pela internet ou diretamente nas agências bancárias, bastando o número do Renavam do veículo.

A partir de janeiro de 2018, o contribuinte que desejar também pode optar pelo licenciamento antecipado e realizar o pagamento independentemente do número final da placa do veículo em cota única. O cronograma de pagamento do IPVA 2018 em São Paulo oferece prazo até o dia 22 deste mês para aqueles que irão optar pelo desconto de 3%.

Até o dia 27 de fevereiro de 2018 é possível pagar o tributo sem desconto. No dia 22 de março de 2018 deverá ser feito o pagamento do terceiro boleto para aqueles que tenham realizado a opção pelo parcelamento. 

Quem deixar de recolher o imposto no Estado de São Paulo fica sujeito a multa de 0,33% por dia de atraso e juros de mora com base na taxa Selic. Passados 60 dias, o percentual da multa é de 20% do valor do IPVA. 

César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

Recomendados por AUTOO

Youtube
RAM Rampage Laramie a diesel

RAM Rampage Laramie a diesel

Será que ainda é vantajoso ter picape com motor turbodiesel?
Aviação
Força Aérea Brasileira confirma: quer caças F-16 dos EUA

Força Aérea Brasileira confirma: quer caças F-16 dos EUA

Mas nega que isso possa atrapalhar operação dos novos Gripen suecos
MOTOO
A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

Lista reúne as 10 motos mais baratas do Brasil em maio de 2024. Descubra as opções