Irmão do Uno e 500 ganham versões ''híbridas''

Panda e o simpático hatch da Fiat agora possuem auxílio de motor elétrico integrado por correia ao propulsor
Acima os Fiat Panda e 500 em suas configurações híbridas

Acima os Fiat Panda e 500 em suas configurações híbridas | Imagem: Divulgação

O Fiat 500 não é mais vendido no Brasil, mas seu sucesso na Europa continua. Juntamente com o Panda, modelo que foi desenvolvido em paralelo com o nosso Uno e mecanicamente é similar ao 500, a dupla será a primeira a contar com o sistema híbrido leve da Fiat-Chrysler (FCA), estreando um novo conjunto de propulsão eletrificado.

Sob o capô dos novos 500 Hybrid e Panda Hybrid estará o motor a gasolina Firefly de 1.0 de três cilindros, similar ao oferecido por aqui, gerando 70 cavalos de potência. A ele é acoplado um motor elétrico de 12 volts integrado por correia, em solução similar a alguns modelos EQ-Boost da Mercedes-Benz.

Para alimentar o conjunto elétrico existe uma pequena bateria de lítio. Com esse conjunto, a Fiat promete emissões de CO2 reduzidas em até 30% na comparação com o antigo 1.2 que era usado anteriormente, ainda da família Fire. O sistema elétrico atua como motor de partida, gerador e também auxilia nas arrancadas, fornecendo mais torque.

O Fiat 500 Hybrid chegará em fevereiro às ruas europeias e será o primeiro passo na estratégia de mobilidade eletrificada da Fiat, que também inclui o lançamento de um 500 renovado e totalmente elétrico ainda para 2020. O Panda Hybrid estará à venda em março. Aqui no Brasil ficamos só mesmo com as imagens dos dois modelos...

 
Assine a newsletter semanal do AUTOO!