Com 355 cv e capaz de rodar 21,2 km/l: Jeep revela os detalhes do Wrangler eletrificado

Versão híbrida plug-in do jipe promete 40 km de autonomia elétrica e generoso torque de 61 kgfm
Jeep Wrangler 2021

Jeep Wrangler 2021 | Imagem: Divulgação

Depois de alguns teasers e da apresentação do conceito Grand Wagoneer, a Jeep revelou também os primeiros detalhes oficiais do novo Wrangler 4xe, versão híbrida do jipe. O modelo contará com dois motores elétricos que, além de melhorarem o consumo do propulsor a combustão, também prometem mobilidade 100% elétrica.

O novo Jeep Wrangler híbrido estará disponível em três configurações: 4xe, Sahara 4xe e Rubicon 4xe. Inicialmente o modelo será direcionado para China, Europa e EUA, devendo começar a chegar às ruas no início de 2021, quando os preços oficiais da novidade devem ser confirmados. Para marcar o lançamento, a marca oferecerá à novidade uma nova cor Azul Electric, além de mais 9 tonalidades já disponíveis.

Jeep Wrangler 2021
Jeep Wrangler 2021
Imagem: Divulgação

O conjunto mecânico do Jeep Wrangler com o sistema 4xe é composto pelo motor 2.0 turbo de quatro cilindros em associação a dois elétricos. O primeiro destes serve como gerador de energia para as baterias, alternador e motor de partida. O segundo fica entre o motor e o câmbio ajudando na propulsão. A marca informa uma potência combinada de 355 cv e torque de 61 kgfm.

Jeep Wrangler 2021
Jeep Wrangler 2021
Imagem: Divulgação

Em todas as versões, é utilizada uma transmissão automática de oito velocidades. Enquanto as três configurações híbridas possuem tração nas quatro rodas, os modelos Sahara e Rubicon passam a contar com caixa de redução e diferenciais Dana 44 mais robustos para o uso pesado em trilhas e trechos acidentados. Como o torque fornecido pelos motores elétricos é instantâneo, a Jeep promete que os Wrangler 4xe terão capacidade fora-de-estrada melhor ou superior que os modelos convencionais.

Jeep Wrangler 2021
Jeep Wrangler 2021
Imagem: Divulgação

Para alimentar os motores elétricos, são utilizadas 96 células de baterias, dando uma capacidade de 400V e 17 kWh ao conjunto. Com este conjunto, a marca promete que o Wrangler híbrido consegue rodar até 40 km apenas com eletricidade, enquanto seu consumo combinado será de 21,2 km/l.

Apesar de montadas no assoalho, as baterias ficam dentro de um compartimento de alumínio, enquanto todos os componentes dos sistemas elétricos de alta voltagem estão lacrados e selados. Assim, o Wrangler híbrido mantém uma capacidade de transposição de trechos alagados de até 76 cm.

 
Assine a newsletter semanal do AUTOO!