Lembra do Lada Niva 4x4? Ele continua firme na Europa!

Modelo alcança sua linha 2018 com poucas mudanças em relação ao jipe que chegou ao Brasil
Lada 4x4 e sua opção de pintura camuflada, uma das novidades da linha 2018 do jipe

Lada 4x4 e sua opção de pintura camuflada, uma das novidades da linha 2018 do jipe | Imagem: Divulgação

Na década de 1990 com a abertura das importações a até então desconhecida Lada fez barulho no mercado brasileiro com seus “exóticos” modelos. Ao lado do Laika em versões sedã e station wagon e do hatch Samara, a fabricante russa deixou sua marca no Brasil em especial com o Niva, jipe com tração 4x4 que conquistou uma boa parcela do público por aqui.

Com a chegada de modelos mais modernos e a própria atualização da indústria local, o Niva teve uma vida curta aqui no Brasil, onde foi comercializado entre os anos de 1991 a 1995. Na Europa, contudo, a Lada sobrevive hoje como uma subsidiária da russa AvtoVAZ (hoje parte da aliança Renault-Nissan-Mitsubishi) e o Niva ainda segue em produção mantendo muito do caráter do modelo que conhecemos há mais de 20 anos por aqui.

Comercializado na terra de Putin desde 1977, o Lada 4x4 (o modelo deixou de utilizar o nome Niva) segue em linha com o estilo quadradão que o caracteriza e recebeu algumas evoluções ao longo dos anos como a introdução de um sistema de ar-condicionado.

A grande novidade para a linha 2018 do Lada 4x4, como você pode conferir nas fotos, é uma nada convencional opção de pintura camuflada para a carroceria do jipe. Quem quiser uma aparência de “combate” e mais “brutal”, nas palavras da Lada, terá que pagar 29.000 rublos (cerca de R$ 1.600) pelo kit com a pintura especial feita sobre uma base preta. O Lada 4x4, por sinal, custa 534.900 rublos em sua versão de entrada – pouco mais de R$ 30.000 – ou 556.900 rublos, cerca de R$ 31.500, em sua versão Luxe com ar-condicionado.

O Lada 4x4 conta com carrocerias de 2 ou 4 portas, todas com tração 4x4, motor 1.7 de 83 cv e câmbio manual de 5 marchas. Desempenho ainda não é o forte do Lada, já que de acordo com dados oficiais ele precisa de demorados 17 segundos para acelerar de 0 a 100 km/h e atinge 142 km/h de velocidade máxima. O Lada 4x4 ainda conta com uma versão mais extrema chamada Bronto, que traz recursos como pneus mais adequados para o uso na terra, maior altura em relação ao solo, dentre outros diferenciais.

A gama Lada hoje em dia ainda conta com o sedã Granta (incluindo uma carroceria “liftback”), o hatch e a station wagon Kalina, o sedã Priora, a gama Vesta sedã e perua e o meio-termo entre um furgão e uma station wagon chamado Largus. Um dos produtos mais recentes da marca russa é o crossover compacto Xray.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!