Pode ser manual ou automático: conheça o câmbio ''2 em 1'' do Koenigsegg CC850

Transmissão do esportivo pode atuar como um câmbio manual 6 marchas ou um automático de 9 velocidades de acordo com o desejo do motorista
Detalhe do câmbio ESS presente no Koenigsegg CC850: manual ou automático, ao gosto do motorista

Detalhe do câmbio ESS presente no Koenigsegg CC850: manual ou automático, ao gosto do motorista | Imagem: Divulgação

Apesar do avanço da transmissão automática na preferência dos motoristas pelo conforto que proporciona, há quem ainda não dispense a sensação de controle superior e esportividade realçada que as caixas manuais são capazes de proporcionar para quem está no comando de um carro. 

De uma forma brilhante, os suecos da Koenigsegg deram uma aula de engenharia e conseguiram reunir o melhor dos dois mundos quando o assunto é câmbio.

A solução para agradar a gregos e troianos chegou por meio da nova transmissão ESS (Engaged Shifter System) inaugurada no CC850, o mais recente superesportivo da marca. 

O câmbio em questão pode atuar tanto como uma caixa manual de 6 marchas convencional – com pedal da embreagem e alavanca para as trocas – bem como uma transmissão automática de 9 velocidades, bastando apenas deslocar o seletor para a posição "D" quando o motorista assim desejar. 

Koenigsegg CC850
Koenigsegg CC850
Imagem: Divulgação

Trata-se, portanto, da união real entre os dois tipos de câmbio, não apenas uma caixa automática com a opção de trocas sequenciais, por exemplo.  

Para conseguir esse “milagre”, a transmissão ESS conta, de forma resumida, com três eixos principais e um pacote de embreagem para cada uma das marchas. Apenas como comparação, um câmbio manual convencional utiliza dois eixos e somente uma embreagem entre ele e o motor.  

No caso do caixa ESS desenvolvida pela Koenigsegg, quando o motorista conduz o CC850 no modo manual e seleciona uma das marchas, a ação de deslocar a alavanca de câmbio até a posição desejada, entre a 1ª e a 6ª, atua como um controle sensível à posição para as embreagens no eixo de marcha engatado.  

Uma vez que a marcha desejada é engatada, essa ação conecta o motor diretamente ao primeiro eixo da transmissão. O gerenciamento eletrônico do câmbio, por sua vez, já deixa pré-selecionado o pacote de embreagem seguinte que será acionado no segundo eixo da transmissão.

Assim que o motorista aliviar o pedal da embreagem, a nova marcha selecionada é engatada, passando, por exemplo, da 3ª para a 4ª marcha e assim sucessivamente.  

Para tornar mais fácil a compreensão disso tudo, o canal Engineering Explained realizou um interessante vídeo no qual analisa em detalhes como o câmbio ESS opera no Koenigsegg CC850, vale a pena conferir: 

Tags

Recomendados por AUTOO

Youtube
Nova Chevrolet Spin 2025

Nova Chevrolet Spin 2025

Minivan renovada quer fazer frente aos quase SUVs do mercado
Aviação
Argentina terá caças F-16

Argentina terá caças F-16

Jato supersônico é rival do Saab Gripen, da Força Aérea Brasileira. Veja quantos aviões nossos vizinhos compraram
AUTOO
Siga o AUTOO em nosso canal no WhatsApp

Siga o AUTOO em nosso canal no WhatsApp

Acompanhe as notícias sobre automóveis do site de forma mais rápida e prática!