Marcas chinesas somadas já vendem mais que japonesas separadas, exceto a Toyota

Ao todo, BYD, Caoa Chery, GWM e JAC atingiram 6.441 unidades em setembro, conforme dados da Fenabrave
Fabricantes chinesas vêm mudando rapidamente o mercado de veículos no Brasil com "guerra de preços" e mais eletrificação

Fabricantes chinesas vêm mudando rapidamente o mercado de veículos no Brasil com "guerra de preços" e mais eletrificação | Imagem: Divulgação

As marcas chinesas vêm ganhando cada vez mais espaço no mercado do Brasil. Conforme dados do balanço de setembro da Fenabrave (Federação dos Distribuidores de Veículos), ao somar o volume de vendas de todas as marcas chinesas no mês chegamos a 6.441 unidades, que é mais do que Nissan (6.360), Honda (5.995) e Mitsubishi (1.758) conseguiram  vender separadamente.

VEJA TAMBÉM:

Apenas a Toyota fica de fora desse contexto, já que atingiu 16.023 unidades vendidas em setembro, levando em conta o total de automóveis e comerciais leves, mais do que o dobro do volume das quatro marcas chinesas somadas. Mas isso mostra o avanço rápido das fabricanttes chinesas no Brasil.

Considerando apenas cada uma das marcas chinesas que vendem no Brasil, a Caoa Chery liderou ranking, com 2.937 unidades em setembro, um pouco na frente da BYD (2.137), com a GWM (1.307) mais atrás e com a JAC com apenas 60 unidades. No  cômputo geral, o mês foi de queda de 4,8%  nas vendas e quase todas as fabricantes amargaram declínio.

Uma das poucas que cresceram em setembro foi o BYD, que passou de 1.452 unidades em agosto para 2.137 no mês seguinte. A JAC tem volumes menores, mas também teve resultado positivo, saindo de 46 unidades no mês passado para 60 unidades.  

Das japonesas, apenas Nissan e Mitsubishi tiveram aumento de vendas em setembro em relação ao mês anterior. A primeira teve 5.489 unidades vendas em agosto e 6.360 no mês seguinte e a outra saiu de 1.577 para 1.758. Aliás, a Mitsubishi, já reduziu os preços do Eclipse Cross, para ganhar mais volume de vendas

O crescimento das chinesas, que vêm desencadeando uma verdadeira "guerra de preços", que está atingindo até mesmo algumas delas. A própria BYD teve que reduzir os valores dos SUVs Yuan Plus e do Song Plus

O avanço das marcas chinesas no Brasil também tem levado a uma aceleração do processo de eletrificação  dos modelos vendidos no país. Marcas tradicionais como Volkswagen, Chevrolet, Fiat, Ford, Renault, entre outras têm dado mais atenção aos modelos que utilizam energia elétrica para contribuírem para a questão da descarbonização. 

Siga o AUTOO nas redes: Instagram | LinkedIn | Youtube | Facebook | Twitter

 

 

Recomendados por AUTOO

Youtube
Qual entrega mais? Honda HR-V ou Citroën C3 Aircross?

Qual entrega mais? Honda HR-V ou Citroën C3 Aircross?

SUVs coadjuvantes em vendas podem ser opção para os best-sellers Creta e T-Cross
Aviação
Gol pretende ter 169 jatos Boeing 737 em 2029

Gol pretende ter 169 jatos Boeing 737 em 2029

Companhia aérea anunciou medidas para sair da crise financeira
MOTOO
A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

Lista reúne as 10 motos mais baratas do Brasil em maio de 2024. Descubra as opções