Quando os carros populares, com motores de 1.000 cm³, surgiram na década de 1990, economia era o seu forte. O Uno Mille, primeiro deles, fazia cerca de 12 km com um litro de gasolina, mesmo com carburador em vez de injeção eletrônica. O desempenho, no entanto, era desesperador - para chegar a 100 km/h levava uma eternidade: 20 segundos.

O tempo passou, os motores 1.0 ganharam recursos para saltar de parcos 48 cv para até 80 cv, viraram flex, o desempenho melhorou, mas o preço foi um consumo mais alto que nada combinava com a imagem original. Isso até o surgimento dos motores 1.0 de 3 cilindros há alguns anos.

Primeiro foi a Kia, depois a Hyundai, mas sem grandes arroubos de performance. Bastou a Volkswagen entrar no jogo e, em seguida, a Ford para que uma revolução surgisse. A bordo dos novos up! e Ka, os motores modernos derrubaram o mito de que não se pode ter economia e desempenho ao mesmo tempo.

Agora é a vez da Nissan entrar para o time dos supereconômicos. O novo motor 1.0 de 3 cilindros japonês começou a ser fabricado no Brasil e é tão eficiente que até o grandão Versa passará a ter uma versão popular - sedãs não costumam combinar com motores de baixa cilindrada.

Mas a estreia veio a bordo do March, o primeiro hatch popular japonês do mercado. O modelo foi nacionalizado no ano passado e agora ganhou o novo motor e, com isso, viu seus números de consumo quase se igualarem aos do up! e do Ka.

 
 
Nissan March 1.0 2015 Nissan March 1.0 2015
Nissan March 1.0 2015 Nissan March 1.0 2015
Nissan March: motor 1.0 extremamente econômico Nissan March: motor 1.0 extremamente econômico
Motor 1.0 equipa o March e logo o Versa Motor 1.0 equipa o March e logo o Versa
Painel melhorou, mas está um passo atrás da concorrência Painel melhorou, mas está um passo atrás da concorrência
Painel de instrumentos do March Painel de instrumentos do March
Rodas de liga estão disponíveis a partir da versão SV Rodas de liga estão disponíveis a partir da versão SV
Nissan New March é brasileiro desde abril de 2014 Nissan New March é brasileiro desde abril de 2014
Nissan New March 2015 Nissan New March 2015
Meta é vender 3 mil carros por mês Meta é vender 3 mil carros por mês
Modelo começa em R$ 35.990 Modelo começa em R$ 35.990
Visual seguiu estilo mais esportivo que o original Visual seguiu estilo mais esportivo que o original
Versão 1.0 está disponível em três acabamentos: Conforto, S e SV Versão 1.0 está disponível em três acabamentos: Conforto, S e SV
 
 

Mais suave e silencioso

A Nissan, no entanto, não quis entrar para a briga do título de carro mais econômico do Brasil. O motor HR10, derivado do 1.2 produzido na Europa, segue a receita do 1.0 3 cilindros moderno: tem bloco e cabeçote de alumínio (mais leve), comando variável de válvulas de admissão e sistema de partida a frio sem necessidade de tanquinho de gasolina.

Os dados de desempenho são uniformes, seja com etanol ou gasolina: 77 cv e 10 kg de torque. Ele é mais potente que o propulsor anterior, com 4 cilindros e bloco de ferro fundido. São três a cavalos a mais, porém, um desempenho relativamente inferior em aceleração. “A Nissan priorizou a economia e o prazer de dirigir”, explicou um executivo da marca ao AUTOO.

De fato, o March 1.0 3 cilindros tem uma aceleração progressiva sem se destacar nas retomadas, como acontece com o up! e o Ka. O que impressiona mesmo é o silêncio a bordo. Motores com 3 cilindros são, por natureza, ‘desequilibrados’ – enquanto um pistão está na parte inferior, os outros dois estão no topo e vice-versa. Portanto, o segredo de usá-lo é saber compensar essa vibração e abafar o ruído metálico, outra característica comum a eles. Nesse aspecto, o trabalho da marca japonesa foi primoroso: mal se percebe que o March tem um motor desse tipo.

Outro ponto alto é, obviamente, o consumo baixo. Durante o test-drive, o computador de bordo acusava médias de 16 km por litro – houve quem conseguisse chegar a 20 km por litro com uma tocada extremamente delicada.

Diferença visível no bolso

A melhor notícia a respeito dessa nova geração de motores modernos é mesmo poder enxergar a economia que eles proporcionam. Não se trata de uma diferença marginal, eles são claramente mais eficientes.

Um proprietário de um March 1.0 que rode 2 mil km por mês, sendo 60% na cidade, pode chegar a gastar cerca de R$ 900 a menos por ano que o dono de um Palio Atractive 1.0, o popular com pior consumo medido pelo Inmetro. Equivale a rodar mais 340 km por mês. É muita coisa (veja quadro acima).

Não é à toa que outras marcas correm para ter seus motores 1.0 de 3 cilindros, GM e Fiat entre elas. Afinal, com eles dá para chamar os populares de carros verdadeiramente econômicos, mas sem perder preciosos segundos para chegar a 100 km/h.

Ficha técnica

Vendas em 2017 14.053 unidades
Veja ficha completa

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/