No varejo, Toyota Corolla vendeu mais do que qualquer SUV

Dados de emplacamentos para o mês de outubro mostram que, sem vendas diretas, sedã da Toyota ainda é um dos mais vendidos
Toyota Corolla 2021

Toyota Corolla 2021 | Imagem: César Tizo

Os números de emplacamentos divulgados pela Fenabrave para o mês de outubro foram animadores, mostrando crescimento sobre setembro. Considerando carros de passeio e comerciais leves, foram 205.244 unidades comercializadas de acordo com entidade que reúne os concessionários brasileiros. A alta em relação ao período anterior foi de 3,2%, número que chega a 14,8% se comparado com outubro de 2019.

No entanto, a participação das modalidades de vendas diretas ainda é grande. Elas englobam comercializações para PcD, frotas, táxis e produtores rurais, entre outros. Das mais de 200 mil unidades emplacadas entre comerciais leves e veículos de passeio, 55,11% foram no varejo, comprados por pessoas físicas em loja, enquanto 44,89% foram por meio de vendas diretas.

Com isso, alguns modelos que aparecem no ranking geral, ficam de fora do Top 10 quando são consideradas apenas as vendas no varejo. Foi o que ocorreu com as picapes da Fiat. Toro e Strada, sem as vendas diretas, registraram o emplacamento de 2.399 e 2.550 unidades, respectivamente. O Volkswagen Gol também cai, tendo apenas 2.101 vendas no varejo. O trio ficou de fora da lista nessa condição.

Nesse cenário considerando apenas as vendas em loja para pessoas físicas, o ranking fica bem diferente. O Chevrolet Onix assume a liderança, sendo seguido pelo Hyundai HB20 e sua versão sedã, o Onix Plus. No entanto, a maior mudança na lista dos 10 mais vendidos é a alteração nas posições dos SUVs.

Chevrolet Tracker 2021
Chevrolet Tracker 2021
Imagem: César Tizo

No ranking geral, o Chevrolet Tracker foi o mais vendido da categoria, em sétimo sendo seguido por Jeep Compass, Jeep Renegade e Hyundai Creta. No entanto, considerando apenas o varejo, o cenário muda bastante. Sem vendas diretas, o SUV mais vendido do Brasil mantém o posto, mas é superado pelo Toyota Corolla. Apesar dos preços começando acima dos R$ 100 mil e da carroceria de mais tradicional, o sedã superou os emplacamentos de todos os SUVs vendidos no Brasil no mês passado. No ranking geral, o sedã aparece apenas na 14ª posição.

Confira os 10 carros mais vendidos do Brasil em outubro de 2020 no varejo:  

1) Chevrolet Onix - 9.585 unidades
2) Hyundai HB20 - 7.485 unidades
3) Chevrolet Onix Plus - 6.397 unidades
4) Ford Ka - 4.808 unidades
5) Fiat Argo - 4.422 unidades
6) Toyota Corolla - 3.688 unidades
7) Chevrolet Tracker - 3.606 unidades
8) Renault Kwid - 3.589 unidades
9) Hyundai Creta - 3.523 unidades
10) Honda HR-V - 3.209 unidades