Após algumas unidades de teste flagradas na Europa nos fornecerem um bom indício das formas finais de sua nova carroceria, ao que tudo indica está tudo pronto para o lançamento da nova geração do Peugeot 208, que deverá ocorrer no começo de 2019 durante o Salão de Genebra.

Para enfrentar a forte concorrência de modelos como os também renovados VW Polo e Ford Fiesta no Velho Continente, a Peugeot vai realizar uma evolução profunda na nova geração do 208. A começar pela plataforma, o hatch compacto passará a ser construído sobre a arquitetura CMP, uma das mais modernas da PSA e que permitirá ao Peugeot 208 2020 contar com propulsão totalmente elétrica.

É sempre bom lembrar que o grupo francês já anunciou o lançamento de 11 automóveis eletrificados até 2021, incluindo nessa lista uma versão híbrida do Peugeot 3008 esperada para 2019.

Além da inédita variante elétrica, o novo Peugeot 208 2020 preservará opções a gasolina, mas sempre levando em consideração o uso de motores compactos. O propulsor 1.2 com 3 cilindros – que hoje em dia é oferecido no Brasil – deverá seguir em linha na nova geração do hatch. O motor 1.2 na Europa, contudo, oferece injeção direta e turbo e na nova geração do 208 deverá entregar por volta de 150 cv em sua calibração mais focada em desempenho para as versões mais caras.

Como nos mostram as projeções do designer Kleber Silva (clique na foto principal para acessar a galeria), o Peugeot 208 em sua nova geração deverá adotar linhas bem próximas às de modelos mais recentes da marca, como o 3008 e o 5008, fazendo uso de traços mais retos e elegantes. Na parte traseira, assim como notamos nos SUVs, deverá estar presente o elemento unindo as lanternas. O novo 208 terá comprimento na casa de 4 metros, como ocorre com grande parte de seus concorrentes, porém, graças ao uso de motores mais compactos, o hatch terá uma dianteira menor e vai priorizar uma distância entre-eixos maior para oferecer uma cabine mais espaçosa. 

O uso de uma plataforma mais moderna e que contempla a aplicação de aços mais nobres, também deverá permitir ao Peugeot 208 2020 entregar uma considerável redução no peso, o que permitirá ganhos em redução no consumo e nível de emissões, dois atributos muito valorizados hoje em dia.

Com a Peugeot querendo se posicionar como uma marca mais sofisticada no universo das fabricantes generalistas, podemos esperar uma considerável melhoria no acabamento e design da cabine, que deverá manter o conceito do i-Cockpit com o painel de instrumentos mais destacado para o motorista. A central multimídia também deverá ganhar mais destaque e também deverá ser atualizada para oferecer um funcionamento ainda melhor e mais rápido.

Resta saber se a Peugeot seguirá com a nacionalização da nova geração do 208 aqui no Brasil. Fato é que, com o novo VW Polo há um bom tempo no mercado e os novos Chevrolet Onix e Hyundai HB20 a caminho, para se manter competitiva nesse segmento as fabricantes precisam manter seus representantes atualizados. Poderíamos ter uma versão mais simplificada da nova geração do 208 por aqui, mas seria muito interessante se a Peugeot não deixasse de investir no modelo em nosso país. De qualquer forma, segundo rumores, é muito provável que a nova geração do Peugeot 208 para a América do Sul seja produzida na Argentina para abastecer a região, o que não deixa de ser algo bem interessante. Vamos aguardar a estreia mundial do modelo para apurarmos mais detalhes.   

 
 
Projeção de Kleber Silva antecipando o novo Peugeot 208 2020
 
Projeção de Kleber Silva antecipando o novo Peugeot 208 2020
Projeção de Kleber Silva antecipando o novo Peugeot 208 2020
Projeção de Kleber Silva antecipando o novo Peugeot 208 2020
 
Projeção de Kleber Silva antecipando o novo Peugeot 208 2020
Projeção de Kleber Silva antecipando o novo Peugeot 208 2020
 
 
César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/