Novo Hyundai Veloster 2019 pode chegar ao Brasil

Importadores da Hyundai não descartam a vinda da nova geração do modelo ao país
Hyundai Veloster 2019

Hyundai Veloster 2019 | Imagem: Divulgação

Um dos destaques do Salão de Detroit neste ano é a nova geração do Hyundai Veloster, que chegará ao mercado dos EUA no segundo trimestre deste ano inaugurando a linha 2019 do modelo.

Mantendo o visual com carroceria “2 +1”, uma referência da Hyundai ao seu design com três portas, o Veloster 2019 manteve o estilo de uma maneira geral, uma mescla entre um cupê e um hatchback.

O modelo, contudo, trouxe boas evoluções na parte mecânica. A suspensão traseira, por exemplo, passa a ser do tipo multibraço, uma evolução em relação à primeira geração do Veloster. Ela é acompanhada de uma barra estabilizadora de 19 mm ajudar a diminuir os movimentos da carroceria. A suspensão dianteira, por sua vez, segue o layout McPherson, porém recebe uma barra estabilizadora mais rígida com 24 mm.

No conjunto mecânico, o Veloster 2019 passa a ser equipado em sua versão de entrada com motor 2.0 16V de ciclo Atkinson, que ajuda a melhorar a eficiência na queima do combustível e reduz as emissões de poluentes. O 2.0 Nu, como é conhecido na designação da Hyundai, conta com comando de válvulas variável na admissão e escape, acelerador com controle eletrônico e melhoras para redução de atrito. Com tudo isso, ele é capaz de entregar 149 cv de potência a 6.200 rpm e 18,2 kgfm de torque a 4.500 rpm.

Com o motor 2.0 16V, o Veloster 2019 pode receber as transmissões de 6 marchas manual ou automática, sendo que o motorista pode ajustar o modo de condução entre as funções Normal, Sport e Smart.

A estrela da nova geração do Veloster vai para a configuração 1.6 turbo, essa sim capaz de realçar o apelo esportivo que a Hyundai espera transparecer para o Veloster. O propulsor em questão produz 203 cv a 6.000 rpm e 26,9 kgfm de torque desde 1.500 rpm, números que deverão conferir ao Veloster bom desempenho.

Com o motor 1.6 turbo, a Hyundai oferecerá o Veloster 2019 com a caixa manual de 6 marchas ou a de dupla embreagem (DCT) com 7 velocidades.

As duas transmissões são produzidas pela própria Hyundai e o Veloster Turbo ainda vai contar com recursos como o Active Sound Design (realça o ronco do motor) e, assim como o 2.0, também contará com o seletor de condução oferecendo os modos Normal, Sport e Smart atuando nas respostas de motor, transmissão e volante.

Na parte de tecnologia, o Veloster 2019 também apresenta uma grande evolução. O modelo pode receber recursos como o alerta de colisão frontal com frenagem automática, assistente de permanência na faixa de rodagem, farol alto com comutação automática e detector de fadiga, dentre outros. Dependendo da versão, o Veloster 2019 também pode receber faróis com iluminação por LED.

O Veloster 2019 também recebe a central multimídia mais avançada da Hyundai, que integra em sua tela de 8” recursos de navegação, conectividade por meio dos sistemas Apple CarPlay, Android Auto e também é capaz de sintonizar o sistema de rádio via satélite SiriusXM. O sistema de som mais completo para o modelo foi projetado pela Infinity e disponibiliza 8 alto-falantes incluindo subwoofer.

O Autoo entrou em contato com a Hyundai-CAOA e foi informado que ainda existe uma possibilidade da nova geração do Veloster chegar ao Brasil. A empresa nos enviou o seguinte comunicado: “nesse primeiro momento estamos em fase de estudo e planejamento quanto aos veículos que iremos lançar no Brasil. Não descartamos a importação do modelo Veloster para o Brasil, em virtude do grande sucesso e boa aceitação por parte do mercado, mas ainda não temos como confirmar a importação do veículo"

A primera geração do Hyundai Veloster teve uma vida até que relativamente curta no Brasil, sendo importado entre o fim de 2011 até o início de 2014. Alguns pontos não fizeram o modelo decolar por aqui, como o preço elevado e as incertezas políticas e econômicas vividas no Brasil à época. A motorização 1.6 16V de 128 cv oferecida no lançamento do modelo por aqui também não ajudou, uma vez que estava longe de entregar o desempenho que se esperava encontrar em um modelo de apelo esportivo como é o caso do Hyundai. Quem sabe o novo Veloster Turbo possa reverter a fama e obter mais sucesso em nosso país.  

Assine a newsletter semanal do AUTOO!