SUV que salvou a Porsche: Cayenne completa 20 anos em setembro

Irmão do VW Touareg, modelo foi vital para a retomada da marca alemã
Porsche Cayenne 2003

Porsche Cayenne 2003 | Imagem: Divulgação

Modelo que quebrou uma série de paradigmas para a marca Porsche, o Cayenne talvez entre para a história como uma das mais bem-sucedidas histórias de turnaround dentro da indústria automobilística. 

Primeiro modelo 4 portas e também o primeiro automóvel 5 lugares criado até então pela empresa, mais do que uma ideia, o Cayenne surgiu da necessidade da Porsche para se reerguer financeiramente na década de 1990. 

Enquanto o 911 e o Boxster, recém-lançado à época, não supriam o caixa da empresa com o volume de dinheiro necessário para manter as operações saudáveis, a companhia iniciou os trabalhos para desenvolver o “terceiro Porsche”. 

Segundo a própria fabricante relata, era cogitada até mesmo a criação de um monovolume com a chancela da empresa, porém, como a América do Norte era o principal mercado para a marca alemã no período e levando em consideração a preferência do público local por SUVs, a decisão sobre qual carro construir acabou rumando para um destino de certa forma natural. 

Por meio do “projeto Colorado”, a Volkswagen e a Porsche estabeleceram uma parceria para criar um modelo em comum, que daria origem ao Touareg para a VW e ao Cayenne para a Porsche. 

Porsche Cayenne 2003
Porsche Cayenne 2003
Imagem: Divulgação

Tendo início em 1998, coube à Porsche desenvolver a arquitetura que daria origem ao SUV, com a VW ensinando as diretrizes para produzir um veículo em larga escala. 

Apresentado em setembro de 2002, já como modelo 2003, durante o Salão de Paris, o Cayenne provou que todo o esforço da Porsche valeu a pena. 

A fabricante alemã esperava comercializar 25 mil unidades ao ano do SUV, porém, ao longo dos 8 anos da primeira geração, o Cayenne atingiu com facilidade um volume anual médio de 35 mil carros emplacados ao redor do mundo. 

Movido na época de sua estreia por um 4.5 V8, o Cayenne em sua primeira geração, denominada E1, contava com 340 cv na opção S e 450 cv no caso do Cayenne Turbo, que recebia o reforço da sobrealimentação.   

Entre seu leque de ineditismos, vale lembrar que também coube ao Cayenne inaugurar o Porsche Active Suspension Management (PASM), recém-desenvolvido no começo dos anos 2000. O recurso em questão complementava a suspensão a ar presente no SUV, monitorando e controlando a força de amortecimento do conjunto. 

Atualmente em sua terceira geração, o Cayenne oferece em sua opção eletrificada Turbo S E-Hybrid seu catálogo topo de linha, atingindo 680 cv de potência e sendo capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 3,8 segundos, podendo ainda rodar por cerca de 44 km somente em modo elétrico.  

Porsche Cayenne 2003
Porsche Cayenne 2003
Imagem: Divulgação