Oficial: Porsche volta a oferecer câmbio manual no 911

Após lançar nova geração do esportivo apenas com câmbio de dupla embreagem, marca terá nova transmissão como opcional
Porsche 911 2020

Porsche 911 2020 | Imagem: Divulgação

Para os puristas que estranharam a ausência de uma transmissão manual para a nova geração do 911, a Porsche anunciou uma boa notícia. A marca voltará a oferecer um câmbio mecânico de sete velocidades como opcional sem custo para quem não quiser a atual transmissão de dupla embreagem com oito velocidades que vem de série no carro.

Inicialmente, o Porsche 911 terá a opção do câmbio manual para as versões Carrera S e Carrera 4 S. Como a transmissão mecânica é mais em conta que a automatizada de dupla embreagem, quem optar por trocar as marchas por si mesmo ganhará também o pacote Sport Chrono, que inclui diferencial de deslizamento limitado, suspensão adaptativa, seletor de modos de condução no volante e um cronômetro no topo do painel. O item é de série em todos os carros vendidos no Brasil, mas, lá fora, não.

Mecanicamente, o motor que equipa os 911 Carrera S e Carrera 4 S não muda. O 3.0 biturbo a gasolina com seis cilindros contrapostos permanece entregando 450 cv de potência e 56 kgfm de torque, contando com tração traseira (Carrera S) ou integral (Carrera 4S). Não há dados de performance divulgados ainda, mas o 911 manual deve ser mais lento na aceleração de 0 a 100 km/h que as versões com câmbio de dupla embreagem, apesar de ser cerca de 38 kg mais leve na comparação.

Vale lembrar que todos os 911 vendidos atualmente no Brasil são oferecidos apenas com a transmissão automatizada de dupla embreagem de oito marchas. No entanto, a Porsche do Brasil afirma que virtualmente qualquer configuração do esportivo pode ser importada mediante um pedido especial.

Detalhe do câmbio manual oferecido para a nova geração do Porsche 911
Detalhe do câmbio manual oferecido para a nova geração do Porsche 911
Imagem: Divulgação

Assine a newsletter semanal do AUTOO!