Há muito tempo cogita-se a vinda da Opel ao mercado brasileiro, mas a operação nunca foi acionada. E não será tão cedo. Segundo declarações de Karl-Friedrich Stracke, presidente da fabricante, à revista alemã Automobilewoche, o Brasil não está nos planos da montadora.

Braço alemão do Grupo GM, a Opel, em contrapartida, voltará a vender carros da Argentina e Chile. Em 2009 a marca interrompeu o fornecimento devido ao pedido de concordata da GM em 2008, o que exigiu uma extensa reestruturação da montadora germânica. “No Brasil a Opel competiria com a Chevrolet”, afirmou o executivo à publicação.

A afirmação de Stracke consolida as palavras de Nick Reilley, presidente da GM, que também descartou o Brasil em futuros planos da Opel no Salão de Paris de 2010. Na ocasião o executivo também anunciou a intenção de vender 100.000 carros na América do Sul em 2012 mesmo sem atuar no principal mercado da região. Os principais produtos serão os modelos Insignia, Astra e Zafira.

Reconhece os nomes de cima? Muitos dos carros atuais da Chevrolet no Brasil são projetos desenvolvidos pela Opel. Além de Astra e Zafira, a divisão com o logotipo do raio também criou veículos como o Corsa e o Vectra, que na Europa é o Astra da geração passada. São também da marca alemã carros mais antigos como o Chevette, Monza, Kadett e até o Opala.

Thiago Vinholes

|