Peugeot 207 é vendido com 10% de desconto nas concessárias

Embora a marca negue redução de preços, lojas adotam valores até R$ 3 mil abaixo da tabela

Peugeot 207 XR | Imagem: Peugeot

Durante o recente lançamento do novo carro da Peugeot, o 208, a montadora francesa afirmou que não teria a intenção de reduzir o valor de sua linha de entrada 207, afinal o intuito da marca é elevar seu nível de sofisticação e não tornar-se popular. No entanto, parece que seus concessionários não entenderam muito bem o recado. Há lojas em São Paulo em que o 207 1.4 flex Blue Lion, o mais em conta do modelo, está sendo vendido por R$26.990, R$3.000 a menos que o valor de tabela.

Outro modelo que ficou mais em conta foi o 207 1.4 Flex XR, que na tabela custa R$ 31.590 e na loja o valor é R$ 29.990. O 208, modelo no qual a Peugeot aposta suas fichas para alavancar as vendas, começará a ser vendido nas concessionárias a partir do dia 13 de abril, o que talvez justifique a queda de preço do 207 em diversas lojas, com intuito de abrir espaço no estoque. Apesar da diminuição de preço, vale lembrar que a montadora não pretende tirar o 207 de linha.

As vendas da Peugeot têm caído desde 2012. De acordo com a Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), no mês de março foram emplacados apenas 3.330 veículos da marca, o que a fez perder mais uma posição no ranking de vendas. Hoje, ocupa o 12º lugar, atrás da japonesa Mitsubishi, que possui uma linha de produção menor e cujos principais produtos são picapes e veículos off-road.

Recomendados por AUTOO

Youtube
RAM Rampage Laramie a diesel

RAM Rampage Laramie a diesel

Será que ainda é vantajoso ter picape com motor turbodiesel?
Aviação
Força Aérea Brasileira confirma: quer caças F-16 dos EUA

Força Aérea Brasileira confirma: quer caças F-16 dos EUA

Mas nega que isso possa atrapalhar operação dos novos Gripen suecos
MOTOO
A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

A partir de R$ 8,5 mil: motos Shineray, Honda e Yamaha

Lista reúne as 10 motos mais baratas do Brasil em maio de 2024. Descubra as opções