Picape da Fiat mostra carroceria definitiva em flagra

Próximo utilitário da Fiat está previsto para chegar ao mercado no final deste ano

Picape média da Fiat na fábrica de Pernambuco | Imagem: Carscoops

Antecipada pelo conceito FCC4 no último Salão de São Paulo, a primeira picape média da Fiat está quase pronta para chegar ao mercado. O novo modelo, conhecido internamente como "projeto 226", já é produzido em pré-série com sua carroceria definitiva na fábrica do Grupo FCA em Goiana, Pernambuco, como mostra o flagra publicado pelo site Carscoops. E, para a alegria de muitos, o utilitário deve seguir boa parte das linhas do protótipo.

O modelo da Fiat deve herdar do conceito as lanternas horizontais, que invadem as laterais, a linha de cintura elevada e as caixas de roda com formato mais retilíneo. Na dianteira, pelo pouco que dá para ver na imagem, o utilitário de produção pode manter os faróis auxiliares na parte superior, interligados por um filete cromado e o logotipo da fabricante, e logo abaixo os faróis principais, formando junção com a tomada de ar.

Assim como acontece com a Renault Duster Oroch, o modelo da Fiat vai se posicionar em um novo segmento, entre as picapes compactas e as médias, com porte semelhante das antigas gerações da Chevrolet S10 e Ford Ranger. Caso também siga o protótipo, serão 5 metros de comprimento (contra 4,46 m da Strada e 5,34 m da S10).

Além da linha de produção e da plataforma, a picape vai compartilhar com o Jeep Renegade a gama de motores. O novo modelo será oferecido com os propulsores 1.8 E.torQ flex de 132 cavalos de potência e 2.0 Multijet turbodiesel, que rende até 170 cv, este último com opção de tração nas quatro rodas.

Quanto aos preços, a novidade deve ser oferecida por a partir de R$ 75 mil, podendo chegar a aproximadamente R$ 110 mil na versão topo de linha. A picape da Fiat deve estrear no mercado no final deste ano.