Primeiro carro argentino é revelado

Modelo, chamado de ArqBravo A!PA, tem porte avantajado e poderá usar motores e transmissões do grupo Fiat

ArqBravo A!PA | Imagem: Reprodução

Enquanto o Brasil brinca de gangorra com o IPI, sem dar incentivos para a criação de uma montadora de carros populares 100% nacional, nossos “hermanos” argentinos conheceram no sábado (09) as linhas finais do ArqBravo A!PA, o primeiro compacto popular totalmente desenvolvido na Argentina.

No geral, o modelo, que mistura traços de minivan com utilitário e hatchback, possui desenho bonito, com um toque de agressividade na dianteira, para-lamas volumosos que dão destaque às laterais e traseira com lanternas que lembram as de alguns carros da Alfa Romeo, como o cupê GT.

Leia também: Renault lança Fluence Sport, na Argentina

Falando em italianos, de acordo com o site Autoblog Argentina, o grupo Fiat será mesmo o responsável por fornecer ao compacto as transmissões e os motores (Fire e E-torQ). Ainda não há data para o lançamento oficial do ArqBravo A!PA, isso porque a marca ainda depende do incentivo do governo local para começar a produzi-lo.

Três anos de projeto

A ideia de criar um automóvel 100% argentino partiu de Miguel Angel Bravo em 2009. O objetivo era fazer um carro de baixo custo, com preço em torno de US$ 10.000 (cerca de R$ 20.500, sem impostos).

Em 2010, o primeiro protótipo – também batizado de A!PA – foi apresentado durante a feira Automechanika. O modelo tinha um visual um pouco controverso e porte que lembrava o de um crossover, como o Ford EcoSport.

A última notícia que se teve do carrinho argentino foi em 2011, quando o próprio Miguel Angel Bravo informou que o A!PA seria fabricado na província de Florencio Valente.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!