Primeiro elétrico da Bentley poderá acelerar mais rápido do que um F1

Esperado para 2025, modelo deverá superar 1.400 cv
Bentley EXP 100 GT Concept

Bentley EXP 100 GT Concept | Imagem: Divulgação

Ao que tudo indica a Bentley promete surpreender com o primeiro modelo totalmente elétrico de sua história. 

Durante entrevista recente do CEO da fabricante, Adrian Hallmark, ao Automotive News Europe, novas informações sobre o projeto foram divulgadas pelo principal executivo da empresa. 

No diálogo, Hallmark revelou que o modelo contará com potência acima dos 1.400 cv, sendo capaz de acelerar de 0 a 96 km/h (60 mph) em cerca de 1,5 segundo. 

O tempo em questão chega a ser mais rápido do que um F1 da era moderna, que cumpre a mesma prova de desempenho na faixa de 2,1 a 2,7 segundos. 

O que seria uma enorme vantagem para o elétrico pode se transformar em algo que vai exigir atenção por parte da montadora. “O problema é que um carro rápido demais pode se tornar desconfortável. Um 0 a 60 mph tão rápido pode deixar motorista e passageiros enjoados”, explica o CEO.   

Muito rápido pode ser um problema...

Para contornar o “problema”, Hallmark adianta que a ideia da Bentley é oferecer o elétrico com dois modos de aceleração. “Um deles seria mais suave, impulsionando o carro até 60 mph em 2,7 segundos. Ou, caso o motorista assim desejar, poderá sempre obter a resposta extrema do carro. Para nós, não é a brutalidade na aceleração que vai definir a proposta do modelo”, completou o executivo. 

O que a Bentley espera entregar com seu elétrico é um “desempenho de ultrapassagem sem esforço”, nas palavras de Hallmark, em especial nas faixas entre 50 e 110 km/h e 50 e 240 km/h. 

O inédito modelo da Bentley deverá ser construído sobre a plataforma PPE (Premium Performance Electric) do Grupo Volkswagen, a qual foi desenvolvida pela Porsche e a Audi para os produtos de alto desempenho do conglomerado alemão. 

A previsão é que o primeiro elétrico da Bentley supere a faixa dos US$ 250 mil, mesmo considerando que o conjunto propulsor elétrico será mais barato do que a mecânica baseada no motor V12 utilizado nos carros atuais da empresa. 

Nosso motor de 12 cilindros custa cerca de 10 vezes mais do que o preço de um propulsor médio de um carro premium. As baterias aplicadas em um carro elétrico atual, por sua vez, representam um custo menor do que o nosso propulsor de 12 cilindros. Logo, para nós, elas são baratas em termos relativos”, finaliza Hallmark.

Bentley EXP 100 GT Concept
Bentley EXP 100 GT Concept
Imagem: Divulgação
Tags