A era dos híbridos começou no Brasil. De maneira tímida, é verdade, mas já não estamos mais no contrapé da história. O Blogauto, nosso blog, flagrou nesta sexta-feira um exemplar do S400 Hybrid, versão híbrida do sedã de luxo da Mercedes-Benz. O carro fotografado pertence à própria Daimler e foi emplacado há poucas semanas. A aparição antecede o lançamento oficial do modelo, marcado para abril.

O S400 possui um sistema híbrido de certa maneira simples. Um pequeno gerador elétrico de 20 cv complementa a potência do motor V6 3.5 litros de 279 cv. Mas, apesar, da baixa potência, sua ajuda é inestimável. Graças a ele, o S400 consome gasolina como se possuísse um motor 1.6, a despeito das duas toneladas de peso.

O segredo está justamente no uso em baixas velocidades, sobretudo no anda-e-para do trânsito. E nessa situação que o gerador, recarregado pelo sistema KERS, provê força para que o V6 não seja exigido e consuma muito combustível.

Na prática, significa uma economia de 21% de gasolina e 19% a menos de emissão de poluentes. A novidade, no entanto, deverá custar um pouco mais que as versões comuns do luxuoso modelo.

BMW e Toyota ficam para trás

A Mercedes-Benz, com isso, será a primeira marca a comercializar um híbrido no Brasil, depois que a BMW acabou adiando a estreia do X6 híbrido aqui. Apesar de ser uma tendência natural, a venda de híbridos em nosso país não é tão simples. A Toyota, por exemplo, que tinha intenção de vender o famoso Prius no Brasil voltou atrás devido a nossa gasolina, que leva etanol em sua composição.

Segundo uma fonte consultada, a montadora japonesa não teve tempo de desenvolver o motor a combustão do Prius, que funciona no ciclo Atkinson e não aceita o combustível vegetal.

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier |