Brasileiros querem carros eletrificados e vendas podem crescer mais de 40%

Para Anfavea, movimentação é importante para viabilizar novos investimentos em modelos com este tipo de propulsão no Brasil
Procura por veículos eletrificados cresce no Brasil

Procura por veículos eletrificados cresce no Brasil | Imagem: Divulgação

A Anfavea, associação que reúne as fabricantes de veículos instaladas no país, apresentou nesta segunda-feira (6) seu balanço relativo ao mês de fevereiro e também do primeiro bimestre de 2023. 

Em sua apresentação, a entidade destacou como pontos positivos o crescimento no volume diário de vendas em fevereiro, que registrou 7,2 mil unidades contra 6,5 mil unidades/dia em janeiro. 

Com isso, o primeiro bimestre deste ano teve 272,8 mil emplacamentos, 5,4% a mais em relação ao mesmo período do ano anterior. Ressaltando que, em 2022, o Carnaval ocorreu em março, o que conta a favor do desempenho do mercado neste início de ano. 

A Anfavea apresentou também como destaque o aumento no volume de emplacamentos de veículos eletrificados no país, que atingiu 8,8 mil unidades nos dois primeiros meses de 2023. 

O total representa um aumento de 45% sobre janeiro e fevereiro do ano passado, levando a Anfavea a projetar um crescimento superior a 40% na procura por veículos eletrificados no país até o fim deste ano. Se confirmada a expectativa, o mercado pode alcançar um volume superior a 70 mil modelos híbridos e elétricos chegando às ruas do país em 2023. 

Detalhe do conjunto propulsor híbrido flex aplicado nos modelos nacionais da Toyota
Detalhe do conjunto propulsor híbrido flex aplicado nos modelos nacionais da Toyota
Imagem: Divulgação

Este segmento é muito importante para a Anfavea, por isso todos os nossos esforços estão voltados para a atração de novos investimentos na produção local de veículos eletrificados, que vão desde a transformação local das nossas matérias primas em componentes, o desenvolvimento de fornecedores ligados a essa nova tecnologia, até o uso de novas fontes de energias limpas e de infraestrutura de transmissão e distribuição”, analisa Márcio de Lima Leite, presidente da Anfavea. 

A produção nos dois primeiros meses do ano também cresceu no bimestre, mas de forma mais tímida, salienta a Anfavea, por conta do fechamento provisório de algumas fábricas em fevereiro, algumas por falta de semicondutores, outras para ajustes na linha de montagem. 

Apesar de estar alinhado com as nossas projeções de volumes para 2023, o desempenho do primeiro bimestre, limitado pelas condições de crédito e oferta de suprimentos, reforça a necessidade de promover o reaquecimento do mercado e as cadeias locais de produção”, conclui o presidente da Anfavea. 

Siga o AUTOO nas redes: Instagram | LinkedIn | Youtube | Facebook | Twitter

Toyota Corolla Cross 2022
Toyota Corolla Cross foi o veículo eletrificado mais vendido no Brasil em 2022
Imagem: Divulgação

Recomendados por AUTOO

Youtube
Fiat Fastback Abarth

Fiat Fastback Abarth

SUV Cupê tem veneno na medida certa
Aviação
Áustria terá ajuda da Holanda para comprar seus Embraer KC-390

Áustria terá ajuda da Holanda para comprar seus Embraer KC-390

Rival do Hercules deve chegar ao país da Europa em 2027
MOTOO
Veja os preços da nova Zontes 350!

Veja os preços da nova Zontes 350!

Novas T350, T350x, R350 e V350 aparecem em site da empresa