Apesar de algumas notícias recentes revelarem que a aliança entre a Ford e a Volkswagen envolvendo veículos comerciais estava encontrando algumas dificuldades, as empresas trataram de afastar quaisquer rumores de sua parceria nesta semana.

Ford e Volkswagen confirmaram que seu acordo “continua avançando”. “A Ford vai projetar, fornecer e construir a picape média previamente anunciada para ambas as empresas para clientes na Europa, África, Oriente Médio, Ásia-Pacífico e América do Sul, com picapes que devem chegar aos principais mercados a partir de 2022”, declararam as duas empresas de forma conjunta.

“Como ambas as empresas esperam que a demanda dos clientes por picapes médias e vans comerciais cresça globalmente nos próximos cinco anos, a colaboração nesses segmentos-chave permitirá que tecnologias melhores e mais inovação alcancem seus respectivos clientes mais rapidamente - com melhor utilização da capacidade das fábricas”, completam. Ainda segundo a estratégia conjunta, também caberá para a Ford o projeto, fornecimento e construção de vans comerciais de grande porte para a Europa, com a Volkswagen trabalhando em uma van urbana para venda também na Europa e alguns outros mercados globais.

“A Volkswagen e a Ford têm fortes negócios complementares de vans comerciais e picapes ao redor do mundo, com modelos de popularidade, incluindo a linha Ford Transit e a Ranger, bem como o Volkswagen Transporter, Caddy e Amarok”, relata o comunicado em conjunto emitido pelas duas fabricantes.

Avanço em elétricos e autônomos

Um passo importante dado pela Ford e a Volkswagen foi a inclusão do conglomerado alemão nos investimentos na Argo AI, empresa de plataformas de tecnologias (inteligência artifical) para veículos autônomos. Com a chegada da Volkswagen, a Argo AI passa a ter um valor de mercado estimado em US$ 7 bilhões. “A Ford e a Volkswagen terão uma participação igualitária na Argo AI e, combinadas, as duas fabricantes possuirão uma parte majoritária substancial. O restante será de propriedade dos dois fundadores da Argo AI e de um fundo de incentivos para empregados da Argo AI. A transação completa está sujeita a aprovações regulatórias e condições para fechamento”, relatam as empresas.

Outro ponto relevante anunciado por Ford e Volkswagen é que a Ford se tornará a primeira fabricante de automóveis além do grupo VW, a usar a arquitetura de veículos elétricos da Volkswagen e a plataforma elétrica modular (Modular Electric Toolkit - MEB) para a criação de um veículo de alto volume com emissão zero na Europa a partir de 2023.

A Ford espera entregar mais de 600.000 veículos na Europa usando a arquitetura MEB em seis anos, com um segundo modelo da Ford totalmente novo para clientes europeus, em discussão. Isso dá suporte à estratégia europeia da Ford, que envolve continuar atuando em seus pontos fortes - incluindo veículos comerciais, crossovers e veículos importados.

A Volkswagen começou a desenvolver sua arquitetura MEB em 2016, investindo aproximadamente US$ 7 bilhões nessa plataforma. A montadora está planejando usar essa plataforma para fabricar aproximadamente 15 milhões de carros somente para o grupo na próxima década. 

 

 

Possível conceito antecipando o que podemos esperar para a próxima geração da Ranger
Possível conceito antecipando o que podemos esperar para a próxima geração da Ranger
Imagem: Wheels Magazine

 

 

César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/