Quase 40% de todos os carros produzidos no mundo em 2019 eram brancos

Estudo da BASF mostra a preferência de cores automotivas ao redor do mundo durante todo o ano passado
Holden Ute

Holden Ute | Imagem: Divulgação

Uma análise da BASF chamada de Color Report 2019 de Tintas Automotivas mostrou quais foram as cores mais populares dos carros no ano passado. Segundo o levantamento, cerca de 39% de todos os veículos fabricados no mundo foram pintados de branco.

No entanto, a empresa notou uma mudança: mesmo que o branco seja a cor mais popular em todas as regiões mundo, há diferenças sobre sua distribuição regional. Enquanto nos mercados asiáticos e ao redor do Oceano Pacífico quase metade dos veículos foi pintado de branco, na América do Norte e na região que compreende a Europa, Oriente Médio e África , apenas um em cada três carros está revestido com essa cor.

Apesar disso, preto, cinza e prata continuam populares. Juntas, essas cores foram escolhidas por outros 39% dos compradores de veículos que saíram das montadoras em 2019. No entanto, algumas cores ainda são relevantes. Dos novos veículos fabricados no ano passado no mundo inteiro, cerca de 22% foram revestidos com tonalidades mais coloridas.

Aproximadamente 9% dos automóveis produzidos em nível global foram azuis e 7% foram pintados de vermelho. Segundo o estudo, em ambos os casos, entram em jogo motivações emocionais vinculadas com a propriedade do veículo e a individualidade.

Os automóveis compactos e outros veículos de pequeno porte têm mais probabilidade de serem pintados com colorações mais vivas. Além do azul e do vermelho, o marrom e o bege estão começando a emergir, especialmente na Europa, Oriente Médio e África, afirmou o levantamento da BASF.

Na América do Sul, branco e prata dominam

O estudo da BASF também mostrou que o branco continua sendo a cor favorita dos consumidores sul-americanos, abrangendo uma parcela de mercado de 39%. “Inicialmente vinculado com a tecnologia no começo da década de 2010, com o lançamento dos telefones móveis e outros dispositivos dessa cor, o branco reforça atualmente o aspecto de ‘cor ambiental’ relacionada com a limpeza e a pureza do ar e da água, bem como a conservação do meio-ambiente”, afirmou Marcos Fernandes, diretor do Negócio de Tintas Automotivas da BASF para a América do Sul.

Além do branco, cerca de 23% dos compradores de automóveis sul-americanos em 2019 escolheram o prata e 14% optaram pelo cinza. A cor preta, que somou um total de 11% da parcela de mercado no estudo da BASF, não se mostrou tão popular na América do Sul, uma vez que tal cor representou cerca de 16% das vendas no levantamento global. Entre as cores mais vivas em nosso continente, o vermelho teve cerca de 8% da fatia de mercado, seguido do azul e do bege.

CAOA Chery Tiggo 5X 2021
Tonalidade prata conta com boa aceitação na América do Sul
Imagem: Divulgação

Assine a newsletter semanal do AUTOO!