R$ 220 mil: Fiat Marea Weekend 2001 "nova" custa mais que uma Toro 4X4 2024 0 km

Perua na versão mais simples SX marca só 12 km no hodômetro e mantém até os pneus originais da época
Fiat Marea Weekend SX 2001

Fiat Marea Weekend SX 2001 | Imagem: Reprodução/Salvajoli Clássicos e Especiais

A linha Fiat Marea foi lançada em 1996 em diversos países da Europa, Ásia e América, incluindo o Brasil, que só chegaria em 1998 para substituir o defasado Tempra.

VEJA TAMBÉM:

O nome Marea que significa "maré" em italiano parecia que anunciava uma “maré de azar”, pois muitos donos e até mecânicos tiveram problemas devido à falta de “tropicalização” no nosso mercado.

Segundo especialistas na manutenção do modelo como Pardal, da Pardal Racing, boa parte dos componentes dos motores eram muito tecnológicos para a época e, como eram importados da Itália, necessitavam de atenção especial.

“Apesar da falta de preparo de muitos ‘profissionais’, a escassez de peças, ferramental e manutenção periódica da Fiat como a troca do óleo só com 20 mil km - atrelada à falta de qualidade do lubrificante e a gasolina ruim  - contribuíram para a má fama do modelo”

Fiat Marea Weekend SX 2001
Fiat Marea Weekend SX 2001 é a versão mais simples da perua, que vinha com calotas de plástico 
Imagem: Reprodução/Salvajoli Clássicos e Especiais

Além dos polêmicos cinco cilindros “Fivetech” (2.0 20V de 142 cv) presentes nas versões ELX e HLX, havia a Turbo (2.0 20V de 182 cv), mas a versão mais simples SX só chegaria no final de 1998. A estratégia com essa opção era enquadrá-lo para pagar 5% a menos de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). Assim, o mesmo motor era “estrangulado” para render 127 cv, limite que permitia a redução na tributação.

É dessa versão, porém do ano modelo 2001/2002, que apresentamos a Marea Weekend que estampa essa matéria. Ela está equipada com o propulsor de quatro cilindros 1.8 16V de 132 cv, lançado a partir do ano 2000. Aliás, só para abrir um parêntese, este é o mesmo propulsor do “hatch esportivo” Brava HGT.

Pintado na famosa e requisitada cor cinza Steel que também equipou a família Palio, este SX é zero-quilômetro, literalmente falando, pois só rodou, pasmem, 12 km! Nesses 22 anos de história, esta “cápsula do tempo” ainda ostenta o jogo de pneus originais P6000 na medida 195/60 R15 da Pirelli. Já as calotas plásticas estão intactas, sem riscos ou manchas.

Fiat Marea Weekend SX 2001
Interior intacto, com plásticos nos bancos assim como saiu da linha de montagem em Betim (MG)
Imagem: Reprodução/Salvajoli Clássicos e Especiais

Além desses detalhes que são prato cheio para os colecionadores mais exigentes, a perua da Fiat preserva os plásticos e as etiquetas de controle de qualidade e da unidade com o código de barras.

Se você gostou da Marea Weekend SX oferecida pela loja Salvajoli Clássicos e Especiais, ela pode ser sua por R$ 220 mil. O valor é maior ao da picape Fiat Toro Ultra Turbodiesel 4x4 AT9 2024 zero-quilômetro, vendida por R$ 210.990. E você? Explodiria a sua carteira só para ter um exemplar desses?

Siga o AUTOO nas redes: Instagram | LinkedIn | Youtube | Facebook | Twitter

Fiat Marea Weekend SX 2001

Fiat Marea Weekend SX 2001

Fiat Marea Weekend SX 2001

Fiat Marea Weekend SX 2001

Fiat Marea Weekend SX 2001

Fiat Marea Weekend SX 2001

Fiat Marea Weekend SX 2001

Fiat Marea Weekend SX 2001

Fiat Marea Weekend SX 2001

Fiat Marea Weekend SX 2001

Fiat Marea Weekend SX 2001

Fiat Marea Weekend SX 2001