RAM 1500 EcoDiesel: em breve no Brasil, caminhonete impressiona gringos

Lançamento confirmado para o nosso mercado, picape de entrada da marca vai bem aos olhos norte-americanos
Acima a RAM 1500 EcoDiesel 2020 em sua versão Limited

Acima a RAM 1500 EcoDiesel 2020 em sua versão Limited | Imagem: Divulgação

No começo do ano, a FCA (Fiat-Chrysler Automobiles) confirmou que venderia a RAM 1500 no Brasil. Caso a pandemia não atrapalhe, a nova caminhonete deve estrear em nosso mercado ainda em 2020, muito provavelmente com motor a diesel. No entanto, o modelo já é oferecido na América do Norte e, mesmo lá onde esse tipo de veículo é comum, impressionou.

Um vídeo postado pelo canal de YouTube canadense The Straight Pipes mostrou que, mesmo naquela realidade, a RAM 1500 Ecodiesel é uma boa opção. Vindos de duas avaliações seguidas de RAM 1500 com o 5.7 V8 Hemi a gasolina, os canadenses apontaram que a versão a diesel não era tão rápida na arrancada, mas tinha força de sobra com o motor a diesel.

Tanto que, em sua categoria no mercado norte-americano, a RAM 1500 Ecodiesel tem a melhor capacidade de reboque, em torno de 5.600 kg. Na picape vendida no México, Canadá e EUA, é usado um motor 3.0 V6 turbodiesel capaz de entregar 264 cv de potência e 66,3 kgfm de torque. O câmbio da unidade avaliada é o confirmado para o Brasil: automático de oito velocidades com tração 4x4 e reduzida.

Os canadenses seguiram elogiando a caminhonete, principalmente pelo consumo mesmo ao se rebocar trailers e por seu comportamento dócil. Enquanto de fora é característica a sonoridade do motor a diesel, por dentro a tranquilidade na cabine foi comparada ao silêncio dos modelos equipados com o motor V8 a gasolina.

No entanto, a unidade avaliada tinha dois elementos cruciais que não devem chegar por aqui. O primeiro é a versão Rebel, com suspensão elevada, amortecedores especiais, pneus e rodas fora de estrada e apliques plásticos para passar um ar de robustez. O outro é cabine dupla curta, que de certa forma limita o uso do banco traseiro. É mais provável que o modelo brasileiro tenha a cabine dupla maior. Outro opcional é o tampão traseiro bipartido, que pode ser aberto da maneira tradicional, ou lateralmente, como na Fiat Toro.

Uma das vantagens da RAM 1500 sobre a 2500, que ganhou série especial no Brasil recentemente, é que seu peso bruto total inferior, permitindo que a nova caminhonete da marca seja conduzida por qualquer pessoa com habilitação convencional, CNH na categoria B, mas também significa que a capacidade de carga será reduzida, ficando entre 790 kg e 880 kg dependendo da configuração.

Detalhe do motor 3.0 turbodiesel presente na RAM 1500
Detalhe do motor 3.0 turbodiesel presente na RAM 1500
Imagem: Divulgação

Assine a newsletter semanal do AUTOO!