Ram Heavy Duty 2019: a picape com a força de 13 carros 1.0

Picape grande conta com motor diesel de 138 kgfm de torque; saiba mais
Ram 2500 Heavy Duty Longhorn Mega Cab 2019

Ram 2500 Heavy Duty Longhorn Mega Cab 2019 | Imagem: Divulgação

Para quem gosta de números, a nova Ram Heavy Duty 2019 revelada neste ano no Salão de Detroit é um prato cheio!

Em sua versão diesel, a picape grande destinada a tarefas pesadas vai contar com nada menos do que um propulsor 6.7 de 6 cilindros em linha capaz de entregar 400 cv a 2.800 rpm e 138 kgfm de torque a 1.800 rpm. Considerando que um carro “popular” moderno conta com um torque na casa de 10,5 kgfm, a nova Ram Heavy Duty tem, sozinha, o equivalente a pouco mais de 13 carros 1.0 sob o capô empurrando a picape...

Essa “usina” sob o capô da Ram Heavy Duty trata-se do novo Turbo Diesel de alto rendimento Cummins, que recebeu cilindros revestidos com grafite compactado, passando por pistões mais leves e mais robustos com anéis de baixa fricção. Este conjunto se conecta ao virabrequim que, agora, passa a ser apoiado em novos mancais, garantindo menos ruído e vibração, explica a Ram em seu comunicado.

Com seus 138 kgfm de torque, a Ram Heavy Duty 2019 vai bem em um atributo muito valorizado pelos norte-americanos: a capacidade de reboque. De acordo com a fabricante, a picape nessa configuração é capaz de rebocar 15,9 toneladas ou transportar 3,5 toneladas na caçamba.

Para quem acha que não precisa de tudo isso, a Ram também vai oferecer uma “segunda variante” do Cummins Turbo Diesel, que conta com 370 cv a 2.800 rpm e 117 kgfm de torque a 1.700 rpm.

O motor padrão na Ram 2500 e 3500 Heavy Duty 2019 foi aprimorado para o HEMI V8 de 6.4 litros, oferecendo 410 cv a 5.600 rpm e 59 kgfm de torque a 4.000 rpm para atender os requisitos de carga e reboque de um usuário para trabalho pesado.

Os modelos Ram 3500 Heavy Duty equipados com Turbo Diesel Cummins de 6,7 litros saem de fábrica com câmbio automático Aisin AS69RC de 6 marchas automático controlado eletronicamente. Essa transmissão é projetada para operar com o torque colossal do motor Turbo Diesel e níveis de peso de veículo aumentados enquanto oferece uma troca de marchas aprimorada. Juntamente com as inovações de hardware, a Aisin AS69RC utiliza um novo controlador de transmissão com o dobro de memória do anterior e um processador dual-core. Isso resulta em trocas de marcha mais rápidas e precisas em condições de rodagem e carga.

A Ram Heavy Duty V8 a gasolina, por sua vez, conta com uma transmissão automática de 8 marchas (TorqueFlite 8HP75) que oferece mais de 40 mapas de troca de marcha individual para otimizar os pontos de mudança para economia de combustível, desempenho e dirigibilidade.

Para aguentar toda essa capacidade de carga e o próprio estresse do conjunto, os modelos apresentam chassis totalmente novos construídos com 98,5% de aços de alta resistência, seis barras transversais separadas, travessas principais hidroformadas e travessas traseiras totalmente encaixotadas para ótima resistência e eficiência de massa. Embora a nova Ram Heavy Duty seja mais resistente e mais capaz, os materiais leves do chassi, sistema de transmissão e seu capô de alumínio reduzem o peso geral em até 65 kg. Dois Módulos de Massa Regulada Ativa (ATMM) montados nas travessas do chassi buscam vibrações desfavoráveis e aplicam contramedidas para eliminá-las.

Quem acha que a linha Ram Heavy Duty é só força bruta está redondamente enganado. Por dentro, a gama conta com um novo painel, central multimídia com tela de 12” e também um sistema de cancelamento de ruído ativo combinado com um vidro acústico, solução que reduz os sons ambiente da cabine em aproximadamente 10 db.

O Autoo entrou em contato com a Fiat Chrysler para saber se o grupo tem a intenção de comercializar a Ram Heavy Duty no Brasil em 2019, mas até o momento não obteve resposta.  

Assine a newsletter semanal do AUTOO!