As montadoras de alto padrão também estão sujeitas a chamados de recall. Depois da Audi, que chamou o R8 Spyder, e a Jaguar, que teve de convocar o XF, citando apenas casos mais recentes, agora é a vez da Maserati chamar os proprietários dos modelos Quattroporte e GranTurismo para revisão dos terminais da direção. A ação envolve 763 carros.

Segundo a fabricante italiana, os veículos podem apresentar falhas de produção nos componentes, que correm o risco de quebrar. Na ocorrência do problema, a empresa afirma que o motorista pode perder o controle da direção, aumentando o risco de acidentes.

Quem encontrou o problema nos carros da Maserati foi a NHTSA, o respeitado órgão de segurança veicular dos Estados Unidos. Segundo a entidade, o recall vale para os Quattroporte e GranTurismo modelos 2009, mas fabricados entre 3 de julho a 30 de setembro em 2008.

Maserati GranTurismo
Divulgação

Maserati GranTurismo

A Via Itália, representante da marca italiana para o mercado brasileiro, ainda não confirma se o recall também afeta os mesmos modelos vendidos no Brasil no período citado pela NHTSA. Por aqui, o Quattroporte, na tabela atual, custa a partir de R$ 750.000, enquanto o GranTurismo tem preço inicial de R$ 850.000.

Thiago Vinholes

|