Renault Clio 2013 começa em R$ 23.290

Modelo reestilizado não oferece freios ABS e airbags frontais nem como opcionais

O carro custa R$ 23.290 | Imagem: Renault

Chamar de “novo” Clio pode parecer um pouco de exagero, afinal trata-se do nosso “velho” conhecido que está no mercado nacional desde o final da década de 1990 e que agora recebeu um facelift seguindo a recente identidade visual adotada pela Renault na Europa e em outros países pelo mundo.

A linha 2013 do Renault Clio tem preço inicial de R$ 23.290 para a versão 2 portas, ou seja, R$ 470 mais barato que o modelo 2012 e a versão 4 portas custa R$ 24.290. A marca também lançou a nova série Expression, com mais itens, por R$ 24.950.

A parte frontal do carro foi o grande alvo das mudanças com adoção de novos faróis, para-choques, capô e entradas de ar. Uma grade estreita liga um farol a outro e converge para o centro, onde está a logomarca da Renault. Abaixo, uma grande tomada de ar em formato trapezoidal completa a mudança nessa parte do veículo.

Já na traseira, foi incorporado um aerofólio com brake-light e as lanternas permanecem com o mesmo formato, mas tiveram alterações na parte interna. A tampa do porta-malas ganhou dois vincos horizontais, que partem das lanternas em direção ao centro, onde está o logo da montadora com a inscrição “Clio” em letras estilizadas logo abaixo, posicionamento que também segue o padrão dos demais modelos da marca. Por fim, o vidro traseiro perdeu a curvatura, passando a ser plano.

No interior, somente o quadro de instrumentos é novo, com marcadores de nível de combustível e temperatura do líquido de arrefecimento digitais, além do computador de bordo, algo raro em modelos de entrada.

O Clio foi o primeiro compacto da sua categoria a oferecer três anos de garantia total de fábrica (ou 100.000 km, o que ocorrer primeiro). A linha 2013 do modelo continua oferecendo essa vantagem aos consumidores aliada à robustez mecânica e ao baixo custo de manutenção. No entanto, a Renault, que foi pioneira em oferecer airbags de série há mais de 10 anos, tirou o equipamento do compacto. Nem ele nem freios ABS existem, apesar da obrigação a partir de 2014.

Nesta terça-feira teremos o test-drive e na quarta, a avaliação mais detalhada do modelo.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!