Rota 2030: cerca de 45% dos veículos cumprem objetivos iniciais e terão desconto no IPI

Para consultoria, objetivos do atual regime automotivo foram "pouco ambiciosos" na etapa inicial
Honda City 2022

Honda City 2022 | Imagem: Divulgação

A consultoria Bright Consulting, especializada no segmento automotivo, apresentou nesta semana algumas conclusões importantes envolvendo o Rota 2030, atual regime automotivo brasileiro que substituiu o Inovar-Auto, programa que vigorou até dezembro de 2017. 

No mês passado, reporta a Bright Consulting, chegou ao fim o período de mensuração de desempenho das empresas habilitadas a receber os benefícios concedidos pelo Rota 2030, entre eles a dedução proporcional no IRPJ e CSLL dos investimentos no país em pesquisa e desenvolvimento. 

Outra vantagem interessante do Rota 2030 para o estímulo a veículos mais eficientes reside na redução do IPI para os modelos que atingiram determinados níveis de redução de consumo e emissões. 

IPI menor

De acordo com a Bright Consulting, aproximadamente 45% dos veículos comercializados passam a ter abatimentos de 1 ou 2 pontos percentuais no IPI. Somando o incentivo às novas alíquotas reduzidas do tributo, a incidência do IPI no preço dos veículos diminui consideravelmente, salienta a Bright. 

Entre os modelos que alcançaram desconto de 2 pontos percentuais no IPI figuram o Honda City (versões EX, EXL e Touring), Fiat Argo (versões 1.0, Drive 1.0 e Drive 1.3) e o Chevrolet Onix (1.0 aspirado e 1.0 turbo manual). 

Embora todas as marcas habilitadas tenham alcançado as metas mínimas de evolução na eficiência energética definidas no programa Rota 2030, acrescenta a consultoria, alguns veículos não atingiram essa meta de forma individual - o que não era compulsório. 

Entre os três grupos avaliados (automóveis, SUVs grandes e picapes), observa-se que o percentual de veículos que alcançaram ou ultrapassaram os objetivos é maior em SUVs grandes e picapes. 

Entre os automóveis, quase 35% dos veículos vendidos não alcançaram as metas mínimas do Rota 2030, sendo balanceados por outros produtos da mesma marca habilitada. 23% deles tiveram resultados que os habilitam a 1 ponto percentual de benefício de IPI e 16% ao benefício de 2 pontos percentuais de IPI, detalha a Bright Consulting.  

Aprimorando objetivos

De certa forma os objetivos foram pouco ambiciosos, principalmente para SUVs grandes e picapes. Isso é uma boa pista de como os objetivos precisam ser definidos na próxima fase do Rota 2030”, conclui a Bright Consulting. 

Entre os requisitos obrigatórios preconizados pelo Rota 2030 para os automóveis comercializados no Brasil figuram a adesão a programas de rotulagem veicular de eficiência energética e de segurança; metas de aumento da eficiência energética que implicarão na redução do consumo de combustível médio dos veículos novos em pelo menos 11% até o ano de 2022 e, por fim, a antecipação da disponibilização de itens de segurança veicular previstos na Resolução Contran nº 717, de 30 de novembro de 2017. 

Fiat Argo 2023
Fiat Argo: modelo alcançou metas e será beneficiado com IPI menor
Imagem: Divulgação

Recomendados por AUTOO

Youtube
Picape Fiat Titano

Picape Fiat Titano

Estreia da marca no segmento onde a Hilux domina, mas será que dá para peitar a Toyota?
Aviação
Rússia fabrica mais caças Su-34 enquanto Ucrânia destrói outros

Rússia fabrica mais caças Su-34 enquanto Ucrânia destrói outros

Mais um lote do jato de combate foi entregue, mas Força Aérea ucraniana diz ter destruído seis jatos russos em ataque de drone
AUTOO
Siga o AUTOO em nosso canal no WhatsApp

Siga o AUTOO em nosso canal no WhatsApp

Acompanhe as notícias sobre automóveis do site de forma mais rápida e prática!