Saab desiste de participar do Salão de Frankfurt

Situação financeira delicada foi apontada como a razão da ausência

Saab 9-5 | Imagem: divulgação

Há quase um ano, a Saab vivia um momento de renascimento. Depois de sofrer com a demorada venda para o grupo holandês Spyker, a montadora sueca participou do Salão de Paris cheia de entusiamo após deixar de pertencer a General Motors.

No estande da marca só se falava em planos ambiciosos de internacionalização que incluíam até mesmo o Brasil. Novos modelos em desenvolvimento foram prometidos e tudo caminhava para a salvação, mas a falta de dinheiro paralisou a produção no primeiro semestre.

Desesperada por retomar a produção, a marca foi buscar parceiros na China, sem sucesso. Depois de vários capítulos, a novela acabou com um empréstimo de um grupo de investimento.

Diante de tantas indefinições, a Saab preferiu se ausentar do maior salão automobilístico do mundo,embora reconheça que expor no evento seria importante para “reforçar nossa presença global”, disse um executivo da empresa.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!