Tata Nano passa por recall branco

Chamado na Índia atinge 115 mil unidades do carro mais barato do mundo

Tata Nano 2012 | Imagem: Tata Motors

A estrela do Nano, o carro mais barato do mundo, continua apagada. O pequeno modelo da Tata passou em pouco tempo de revolucionário para um mico sem tamanho. Nascido da idéia do dono da empresa, Ratan Tata, o Nano deveria custar apenas US$ 2,5 mil e ser uma alternativa moderna para os consumidores indianos, acostumados a viajar em motos e riquixás. Mas os problemas seguidos fizeram com que o Nano até hoje não atingisse nem de perto seu objetivo.

Agora o veículo passa por mais uma provação. Os cerca de 115 mil Nanos vendidos estão passando por um extenso recall que substitui o motor de partida. A Tata, no entanto, não considera a troca da peça um chamado de segurança e sim uma evolução do equipamento “que será estendido aos donos dos Nanos antigos”. A estratégia, no entanto, é considerada por especialistas um “recall branco”, ou seja, não reconhecido pelo fabricante com receio de prejudicar suas vendas.

Relembre: Tata Nano é lançado na Índia

Apesar da preocupação da montadora, a substituição não teria relação com a série de incêndios que os primeiros Nanos apresentaram. Para melhorar a imagem do carro, a Tata relançou o modelo na linha 2012 com importantes melhorias. Resta saber se haverá tempo para transformá-lo num dos automóveis mais importantes da história.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!