Tata Zica agora se chama Tiago

Depois de campanha na internet, compacto indiano é rebatizado para deixar de fazer referência ao vírus da zika
Tata Tiago 2016

Tata Tiago 2016 | Imagem: Divulgação

Escolher um nome de fonética fácil em qualquer língua é um desafio por isso, ao batizar seu carro com o nome Zica, a indiana Tata parecia ter encontrado uma mina de ouro. Até o craque Lionel Messi foi chamado para estrelar o comercial do carrinho.

O que ela não esperava é que a doença zika, até então pouco conhecida, ganharia o mundo com o surto iniciado no Brasil e associado à microcefalia. Ou seja, virou uma piada de mau gosto e a Tata logo percebeu a roubada em que havia se metido.

A saída encontrada pela Tata foi promover via internet uma competição para escolher um novo nome para o hatch antes que ele ficasse ‘zicado’ (o trocadilho foi inevitável) no mercado. Entre três finalistas o nome ‘Tiago’ foi o escolhido – os demais eram Civet e Adore.

Entre o Nano e o Bolt

O Tiago é um hatch que será vendido na Índia para quem procura mais que um Nano, outrora o carro mais barato do mundo, e o maior Bolt. O visual é bastante jovial e lembra de certa forma um modelo da Hyundai. O motor a gasolina é um 1.2 litro de alumínio com 84 cv de potência – há apenas câmbio manual. Embora simples, o hatch parece bem construído nas fotos.

Ele pesa uma tonelada e tem entreeixos de 2,4 metros, ou seja, é parecido com um Palio Fire no tamanho. Embora a Tata tenha intenção de vendê-lo em outros mercados, o Brasil ainda está longe de ver o Tiago rodando por aqui, mesmo com um nome bem menos polêmico.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!