Depois do baque que foi o encerramento de suas atividades industriais em São Bernardo do Campo (SP) e ainda sem uma definição clara de investimentos para renovar os carros que produz em Camaçari (BA), a Ford vai tentando se reinventar com o que tem. A última iniciativa que resultou em uma grande sacada da marca foi o casamento da versão aventureira FreeStyle dentro da linha Ka com o motor 1.0 e a nova caixa manual MX65 produzida em Taubaté (SP).

Com a nova configuração, o Ka FreeStyle 1.0 surge como a opção mais acessível para quem deseja um compacto com estilo aventureiro. Por essa razão, a partir da linha 2020 o Ka FreeStyle mais potente, com motor 1.5, passa a ser oferecido somente com transmissão automática.

Tabelado em R$ 56.690, o Ka FreeStyle 1.0 é o único hatch compacto “off-road light” a não cruzar a barreira dos R$ 60.000. Mesmo assim, a novidade da Ford não deixa de oferecer um bom pacote de equipamentos, com destaque para os controles de tração e estabilidade, central multimídia com suporte aos sistemas Apple CarPlay e Android Auto, rodas de liga leve aro 15”, sensor de estacionamento e até mesmo um revestimento interno que mescla couro e tecido nos bancos.

A Renault até que oferece de uma forma bem competitiva o Stepway 2020 manual tabelado em R$ 61.190. Ele tem como vantagem o motor mais potente, no caso o 1.6 16V de 118 cv, além dos 4 airbags de série, mas o Stepway Zen fica devendo a central multimídia e os importantes controles de tração e estabilidade.

Para quem quer gastar pouco sem abrir mão do estilo, o Ka FreeStyle 1.0 é uma opção fortemente recomendada. Como o restante da gama, o motor que figura abaixo do capô segue o 1.0 tricilíndrico com até 85 cv e 10,7 kgfm de torque com etanol. Se não confere ao hatch um comportamento esportivo, como sua aceleração de 0 a 100 km/h em demorados 15,1 segundos comprova, ao menos o aventureiro consegue emplacar médias na casa de 13 km/l na cidade e 15,1 km/l na estrada com gasolina, números que fazem dele um carro muito econômico.

 

Falando sobre a parte mecânica, o Ka FreeStyle 1.0 surpreende e de fato conta com alguns aperfeiçoamentos para tornar seu conjunto mais robusto. Sua altura livre do solo alcança 188 mm (em grande parte dos SUVs compactos a medida gira em torno de 200 mm), a bitola cresceu 30 mm em relação às demais versões do Ka e a barra estabilizadora, bem como o eixo traseiro, são reforçados na opção FreeStyle 1.0. Os pneus maiores, medida 185/60 R15, a suspensão com amortecedores e molas recalibrados e os coxins do motor com amortecimento hidráulico ajudam o modelo a garantir mais resistência e conforto aos ocupantes em pisos de terra batida. E convenhamos que, nas grandes cidades com suas ruas e avenidas repletas de buracos, qualquer reforço na suspensão também é sempre bem-vindo...

Ponto positivo vai para o controle eletrônico de estabilidade e tração, que é complementado por um sistema de proteção anticapotamento, que aciona os freios e reduz a potência do motor em caso de rolagem excessiva da carroceria para garantir a segurança. Pode parecer um detalhe, mas a maior altura em relação ao solo do Ka FreeStyle ainda ajuda a encarar valetas e vias de acesso muito inclinadas (como rampas de garagem, por exemplo) com mais desenvoltura. Quem tem um carro com a dianteira baixa demais, que vive raspando a parte inferior do para-choque, vai entender bem do que estamos falando.

Quando visto pelo lado de fora, o Ka FreeStyle 1.0 recebe alguns adereços especiais, como a grade dianteira cinza do tipo colmeia, faróis com máscara negra, aplique inferior em prata nos para-choques e moldura em preto fosco no contorno da carroceria. O rack de teto, com design aerodinâmico, suporta até 50 kg para transportar equipamentos como bicicleta, prancha ou caiaque. As rodas de liga leve aro 15”, por sua vez, têm pintura cinza perolizada.

Pode ser que nem todos gostem desta combinação, mas para transparecer uma ideia de mais sofisticação, o interior do Ka FreeStyle traz uma paleta exclusiva de cores, com teto preto e a parte superior do painel e demais detalhes da cabine em marrom escuro. Os bancos são revestidos em couro e tecido, com duas faixas em tom mais claro no centro e pespontos do mesmo tom. Tudo isso ajuda a enobrecer a versão mais cara do Ford Ka com motor 1.0, mas não esconde alguns pontos em que o modelo começa a revelar os sinais da idade, como o painel de instrumentos acanhado. A atual geração do Ka completa cinco anos de mercado neste mês.

Agradável para rodar na cidade graças à boa calibração da direção elétrica, as mudanças na suspensão do Ka FreeStyle 1.0 não comprometeram em nada a dirigibilidade ou o conforto ao rodar. A nova transmissão manual, que é bem mais leve do que a antecessora e traz requintes como a dupla sincronização nas três primeiras marchas, oferece engates suaves e precisos, como era esperado, porém o curso da alavanca entre um engate e outro poderia ser menor, ao menos em nossa opinião. Também notamos um consideravel endurecimento do pedal da embreagem na unidade avaliada, algo raro de se encontrar em um carro novo e que não conversa com a proposta urbana de um modelo como o Ka FreeStyle. 

Mesmo com concorrentes mais novos no mercado, o Ka ainda oferece uma cabine espaçosa e suficiente para que 4 adultos e uma criança se acomodem com conforto. Bom destacar que o cinto de segurança central traseiro é de três pontos, o que oferece mais segurança. O porta-malas do Ka com capacidade para 257 litros hoje já parece mais limitado considerando que modelos como o Sandero/Stepway (320 litros) e o Toyota Yaris (310 litros) superam esse volume com folga.

Em resumo, o novo Ka FreeStyle 1.0 é um convite ao uso da razão na escolha de um hatch compacto aventureiro. Com preço de compra convidativo, ele capricha no nível de equipamentos, entrega o visual robusto que o consumidor espera encontrar e se destaca ao trazer aprimoramentos mecânicos coerentes com sua proposta. Seu custo de propriedade é um dos mais baixos do segmento. As três primeiras revisões, obrigatórias para que o futuro comprador preserve o direito à garantia de fábrica (3 anos), por exemplo, somam R$ 1.380. Com a nova opção mais acessível para o Ka FreeStyle, a Ford cria uma interessante porta de entrada para os hatches compactos aventureiros. Como esse tipo de configuração funciona muito bem aqui no Brasil, a marca foi sábia em sua estratégia.

 
 
Ford Ka 2020
 
Ford Ka 2020
Ford Ka 2020
Ford Ka 2020
 
Ford Ka 2020
Ford Ka 2020
Ford Ka 2020
 
Ford Ka 2020
Ford Ka 2020
Ford Ka 2020
 
Ford Ka 2020
Ford Ka 2020
Ford Ka 2020
 
Ford Ka 2020
Ford Ka 2020
Ford Ka 2020
 
Ford Ka 2020
Ford Ka 2020
Ford Ka 2020
 
Ford Ka 2020
Ford Ka 2020
Ford Ka 2020
 
Ford Ka 2020
Ford Ka 2020
Ford Ka 2020
 
Ford Ka 2020
Ford Ka 2020
Ford Ka 2020
 
Ford Ka 2020
Ford Ka 2020
Ford Ka 2020
 
Ford Ka 2020
Ford Ka 2020
Ford Ka 2020
 
Ford Ka 2020
Ford Ka 2020
Ford Ka 2020
 
Ford Ka 2020
Ford Ka 2020
 
 

Ficha técnica

Ford Ka 2020 FreeStyle 1.0 12V flex manual 4p
Preço R$ 56.690 (10/2019)
Categoria Hatch compacto
Vendas em 2017 94.896 unidades
Motor 3 cilindros, 997 cm³
Potência 80 cv a 6500 rpm (gasolina)
Torque 10,1 kgfm a 4500 rpm
Dimensões Comprimento 3,954 m, largura 1,695 m, altura 1,564 m, entreeixos 2,491 m
Peso em ordem de marcha 1081 kg
Tanque de combustível 51 litros
Porta-malas 257 litros
Veja ficha completa

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/