Dentro do bem-sucedido segmento de SUVs compactos, existem algumas “subsegmentações”, por assim dizer, que englobam as faixas mais procuradas pelos consumidores. Além do público que realiza a compra com isenção (até R$ 70.000), hoje responsável por grande parte das vendas de veículos novos, uma boa parcela do público em geral estabelece como teto para a compra de seu próximo SUV compacto preços na casa de R$ 85.000. Indo um pouco além, também notamos hoje em dia uma forte participação nas vendas de opções gravitando na faixa de R$ 100.000. Não por acaso, a versão topo de linha Prestige é uma das mais comercializadas para o Hyundai Creta, assim a Highline no caso do VW T-Cross.

Entre as francesas da PSA, a Peugeot escalou a partir da linha 2020 o catálogo Griffe THP para figurar como a opção do 2008 destinada aos consumidores que querem ser surpreendidos em termos de desempenho, equipamentos e conforto.

Para tanto, é inegável que o grande trunfo tanto do Peugeot 2008 Griffe THP quanto do Citroën C4 Cactus na opção Shine reside no motor 1.6 16V com turbo e injeção direta sob o capô. Desenvolvido em conjunto com a BMW e amplamente difundido nas gamas da PSA, o motor sobrealimentado, como é esperado, entrega ótimas respostas ao volante. Com um 0 a 100 km/h em 8,8 segundos e podendo alcançar até 209 km/h de velocidade máxima, o 2008 Griffe THP é, inegavelmente, um carro rápido dentro do segmento.

O que torna o Peugeot 2008 em sua variante turbo ainda mais interessante é a esportividade proposta pelo seu painel em dois níveis, que torna o ato de dirigir o 2008 ainda mais convidativo graças ao seu volante compacto.

O acerto/calibração da direção e dos pedais é preciso, porém os fãs de uma proposta mais dinâmica talvez gostariam de uma suspensão menos permissiva com a rolagem lateral da carroceria, mas nada que desabone o modelo. É fato que os SUVs, independente da faixa de preço, são de certa muito cobrados por sua versatilidade e precisam atender um público muito variado. Com isso, fica difícil para que modelos como o 2008 Griffe THP ou o T-Cross Highline deixem de lado o conforto e cuidem apenas da esportividade. Logo, cabe às fabricantes buscar o melhor compromisso entre esses dois pontos.

O câmbio automático de 6 marchas lida bem com a potência e torque generosos oriundo do motor 1.6 THP, sendo que o consumo na casa de 12 km/l em ciclo urbano e 13 km/l na estrada, ambos com gasolina, é bastante aceitável considerando o nível de performance do 2008 THP e semelhante ao que concorrentes modernos como o T-Cross Highline com seu 1.4 turbo são capazes de entregar.

Com entre-eixos de 2,54 m, é uma pena que o Peugeot 2008 entregue uma cabine acanhada mesmo em relação ao primo Citroën C4 Cactus, que é bem melhor resolvido nesse aspecto. A bordo do Peugeot 2008, os passageiros instalados no banco traseiro vão entrar um espaço para as pernas apenas razoável. O porta-malas do modelo, segundo a classificação VDA, fica em 355 litros, o que, se não é dos melhores do segmento, ao menos supera os 320 litros do C4 Cactus e chega perto dos 373 litros de um T-Cross.

Em termos de custo-benefício, o valor de R$ 103.490 que a Peugeot cobra pelo 2008 Griffe THP é interessante para quem deseja um SUV compacto de performance superior e com bom nível de equipamentos. O valor em questão já dá direito aos 6 airbags, controles de tração e estabilidade, teto panorâmico fixo, ar-condicionado automático digital com 2 zonas, regulador e limitador de velocidade, acendimento automático dos faróis, sensor de chuva, entre outros. Um diferencial do 2008 THP fica por conta do recurso Grip Control, que atua em conjunto com o ESP para otimizar a tração do modelo dependendo do piso, algo interessante se você precisa rodar por vias não pavimentadas.

O valor do 2008 Griffe THP é bem interessante se colocado ao lado do T-Cross Highline (R$ 109.990), mas para quem busca muito desempenho sem exagerar no valor talvez seja interessante também olhar com atenção para o C4 Cactus. Por um preço ainda menor que o 2008 Griffe THP, é possível estacionar na garagem de casa o C4 Cactus Shine Pack (R$ 101.090), que não só conta com o motor motor 1.6 turbo, como ainda é mais rápido (0 a 100 km/h em 7,3 segundos) e bem melhor equipado, trazendo assistentes de condução avançados como o alerta de colisão com frenagem automática, alerta de saída de faixa, entre outros.

Em resumo, hoje em dia a gama Peugeot Citroën conta com duas excelentes opções de SUVs na faixa de R$ 100.000 para quem deseja não só um nível de equipamentos superior, como um nível de desempenho acima da média para a categoria e um acabamento diferenciado. Entre os primos do conglomerado francês, o Peugeot 2008 ainda realça esses atributos pela originalidade de seu painel e da boa posição de dirigir. Se essa lista de predicados é o que você mais busca em um SUV, vale a pena conhecer o modelo de perto.

 
 
Peugeot 2008 2020
 
Peugeot 2008 2020
Peugeot 2008 2020
Peugeot 2008 2020
 
Peugeot 2008 2020
Peugeot 2008 2020
Peugeot 2008 2020
 
Peugeot 2008 2020
Peugeot 2008 2020
Peugeot 2008 2020
 
Peugeot 2008 2020
Peugeot 2008 2020
Peugeot 2008 2020
 
Peugeot 2008 2020
Peugeot 2008 2020
Peugeot 2008 2020
 
Peugeot 2008 2020
Peugeot 2008 2020
Peugeot 2008 2020
 
Peugeot 2008 2020
Peugeot 2008 2020
Peugeot 2008 2020
 
Peugeot 2008 2020
Peugeot 2008 2020
Peugeot 2008 2020
 
Peugeot 2008 2020
Peugeot 2008 2020
Peugeot 2008 2020
 
Peugeot 2008 2020
Peugeot 2008 2020
Peugeot 2008 2020
 
Peugeot 2008 2020
Peugeot 2008 2020
Peugeot 2008 2020
 
Peugeot 2008 2020
Peugeot 2008 2020
Peugeot 2008 2020
 
Peugeot 2008 2020
Peugeot 2008 2020
Peugeot 2008 2020
 
Peugeot 2008 2020
Peugeot 2008 2020
Peugeot 2008 2020
 
Peugeot 2008 2020
Peugeot 2008 2020
Peugeot 2008 2020
 
Peugeot 2008 2020
Peugeot 2008 2020
 
 

Ficha técnica

Peugeot 2008 2020 Griffe THP 1.6 16V flex automático 4p
Categoria SUV compacto
Vendas em 2017 10.572 unidades
Motor 4 cilindros, 1598 cm³
Potência 166 cv a 6000 rpm (gasolina)
Torque 24,5 kgfm a 1400 rpm
Dimensões Comprimento 4,159 m, largura 1,739 m, altura 1,583 m, entreeixos 2,542 m
Peso em ordem de marcha 1231 kg
Tanque de combustível 55 litros
Porta-malas 355 litros
Veja ficha completa

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/