Quem nunca andou ou parou para admirar um belo Jeep Willys conservado ou tem alguma história para contar sobre o modelo, não é mesmo? Pensado para guerra e usado amplamente para o trabalho, os jipes foram evoluindo ao longo dos anos e hoje simbolizam muito mais um estilo de vida e uma cultura off-road. Nascido no Brasil, talvez poucos modelos consigam representar essa aura tão bem quanto o Troller T4, que traz um belo conjunto mecânico pensado para passar por onde muitos outros veículos ficariam pelo caminho. Nesta semana a Ford (atual dona da marca nascida no Ceará) acaba de confirmar a produção de mais um lote da série especial Bold, que foca no custo-benefício e reune alguns itens de personalização por um preço mais convidativo.

Para avaliar com mais clareza tudo o que o Troller T4 é capaz de fazer, a marca preparou um rápido rali de regularidade envolvendo a imprensa especializada, evento do qual o AUTOO participou e pode tomar contato com a linha 2017 do Troller no habitat do veículo: um terreno bem acidentado, cheio de trilhas e bem longe do asfalto.

Quem já viu um Troller dos anos 2000 e avalia o T4 2017 vê que o salto do modelo em termos construtivos e até mesmo de acabamento foi exponencial. Nesse ponto, contar com a estrutura de uma marca global como a Ford fez bem à operação da Troller na cidade de Horizonte, localizada a cerca de 80 km da capital Fortaleza.

A carroceria feita de um compósito especial segue como uma das características marcantes do modelo, que traz um visual bem mais robusto adotado a partir da segunda geração em 2014 já com a mão da Ford por trás do projeto. Aliás uma eventual carroceria 4 portas está em estudo pela Troller, conforme conseguimos apurar, mas para ela tornar-se realidade ainda vai um bom tempo e dependerá da melhora do cenário econômico.

Se melhorou em várias questões técnicas, um fato positivo é que o Troller mantém aquela sensação de que poucos locais são intransponíveis para ele. Nesse ponto, o sistema de tração 4x4 com reduzida (facilmente operado por meio de um seletor perto da alavanca de câmbio) combinado com o 3.2 turbodiesel de 200 cv e 47,9 kgfm de torque ajudam muito o jipe a vencer os mais variados obstáculos.

Como foi pensado para o off-road, o Troller T4 está desenhado para entregar excelentes credenciais para andar na terra. Vamos aos números: 51º para os ângulos de entrada e saída, 40º de inclinação lateral, vão livre do solo de quase 21 cm e capacidade de submersão de 80 cm. Para quem está ao volante – e conforme conseguimos comprovar – você consegue “escalar” aclives quase na vertical e, da mesma forma, passar por declives de quase 90º de forma controlada combinando a 1ª marcha com a reduzida acionada.

 
 
Troller T4 2017
 
Troller T4 2017
Troller T4 2017
Troller T4 2017
 
Troller T4 2017
Troller T4 2017
Troller T4 2017
 
Troller T4 2017
Troller T4 2017
Troller T4 2017
 
Troller T4 2017
Troller T4 2017
Troller T4 2017
 
Troller T4 2017
Troller T4 2017
Troller T4 2017
 
Troller T4 2017
Troller T4 2017
Troller T4 2017
 
Troller T4 2017
Troller T4 2017
Troller T4 2017
 
Troller T4 2017
Troller T4 2017
 
 

O mesmo vale para trechos com erosão, pisos com grama ou areia: nada parece ser suficiente para esmoirecer o ímpeto do Troller T4, que ainda é capaz de rebocar 750 kg com carretas sem freio.

Feito para acomodar com conforto dois adultos na dianteira, até é possível levar mais dois adultos no banco traseiro, porém o espaço ali não é dos melhores, bem como o acesso. Se a ideia é realizar uma trilha mais longa, possívelmente você precisará desse espaço para acomodar alguns objetos, uma vez que o porta-malas leva só 134 litros.

Toda essa vocação off-road do Troller, como era de se esperar, cobra a conta na hora de rodar no asfalto. O modelo não assusta em suas reações, mas é necessário cautela em algumas curvas e nem pense em chegar de forma muita afoita: com suspensão por eixo rígido na dianteira e traseira e a carroceria posicionada a vários centímetros do solo, o Troller é um modelo para ser conduzido com cuidado em velocidades mais altas.

O motor 3.2 com 5 cilindros herdado da Ford Ranger trabalha muito bem com o câmbio manual de 6 marchas, que se destaca pelos engates curtos, porém um tanto quanto “pesados” demais. Só que esqueça um consumo muito amigo do T4, sendo que ele entrega parciais de 7,7 km/l na cidade e 7,5 km/l na estrada de acordo com o Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular. Os números lhe conferem uma insatisfatória classificação E, a pior de todas em termos de consumo energético, no ranking geral e na categoria fora-de-estrada.

Tabelado em R$ 127.088, o Troller está longe de ser barato, mas mesmo assim ainda parece um grande negócio perto dos R$ 184.900 que a Jeep pede por um Wrangler com motor 3.6 V6 a gasolina. Mas lembra que falamos no começo do texto sobre estilo de vida? Pois é, por cerca de R$ 130.000 você ainda ganha o direito de participar de vários eventos promovidos pela marca, como a Copa Troller e alguns passeios que ocorrem no Brasil. Esse é um dos grandes argumentos de marketing da marca, mais ou menos como a Harley-Davidson faz no mundo das motos.

Uma das vantagens da série especial Bold, que chegará novamente às concessionárias a partir de maio, é oferecer um pacote de equipamentos, como o snorkel e a central multimídia por quase a metade do valor que seria necessário gastar caso você fosse comprá-los a parte.

Optar por um Troller é uma decisão muito subjetiva e que envolve muito mais atributos emocionais do que lógicos. Ele é um excelente modelo para fazer o que se destina: uma boa dose de aventura no meio do mato, mas torna-se cansativo para o uso urbano ou na estrada, então tenha isso em mente. Sem dúvida nenhuma é um bom “brinquedo” para quem tem uma grana sobrando e quer se divertir na terra, afinal poucos modelos são capazes de fazer o que ele entrega com tanta desenvoltura. Se esse é o seu caso, vale a pena assinar o cheque.

Vale a pena pensar em um...

Acha o Troller caro demais? Uma excelente alternativa ao jipe brasileiro é o Suzuki Jimny. O modelo parte de R$ 65.990 e conta com um apetite por off-road tão voraz quanto o Troller. Nos dados técnicos o Jimny parece ser inferior, já que é movido por um 1.3 16V de 85 cv, mas não se engane: graças ao baixo peso de 1.090 kg e um robusto sistema de tração 4x4 com reduzida, o Jimny faz praticamente tudo o que o Troller cumpre na terra. 

Ficha técnica

Troller T4 2017 XLT 3.2 20V diesel manual 4x4 2p
Preço R$ 127.088 (04/2017)
Categoria Jipe
Vendas em 2017 1.541 unidades
Motor 5 cilindros, 3198 cm³
Potência 200 cv a 3000 rpm (diesel)
Torque 47,9 kgfm a 1750 rpm
Dimensões Comprimento 4,095 m, largura 1,977 m, altura 1,966 m, entreeixos 2,259 m
Peso em ordem de marcha 2140 kg
Tanque de combustível 62 litros
Porta-malas 134 litros
Veja ficha completa

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/