Quem diria... vivemos para ver um Volkswagen Golf com motor 1.0! Mas a história não é bem assim, já que trata-se de um dos motores mais interessantes fabricados no Brasil no momento. Propulsor que torna concreto o real significado do termo downsizing, o 1.0 TSI é singular em sua proposta ao oferecer consumo extremamente baixo e torque superior a muitos modelos com motorização 2.0 aspirada. Um feito e tanto!

Já conhecido do Volkswagen up! TSI, a unidade 1.0 que equipa o Golf tem como uma de suas principais mudanças o turbo ligeiramente maior, permitindo que o hatch médio conte com até 125 cv de potência com etanol a 5.500 rpm e 20,4 kgfm de torque, independente do combustível escolhido, disponível desde as 2.000 rpm.

Uma das poucas críticas que temos ao Golf Comfortline 1.0 TSI envolve justamente a entrega do torque. No intervalo entre 1.000 rpm e até 1.800 rpm o modelo mostra reações um pouco mais lentas do que o esperado, “acordando” de vez quando o conta-giros acusa o pico de torque no intervalo de 2.000 a 3.500 rpm. Nessa situação, o Golf 1.0 TSI torna-se um carro muito vivaz, porém fica essa ressalva com relação às respostas em baixas rotações. Talvez essa apatia do modelo abaixo das 2.000 rpm se deva a uma calibração do acelerador eletrônico privilegiando o controle de consumo e emissões, uma das propostas dessa versão do Golf, porém comportamento do 1.0 TSI sob o capô do Golf poderia ser mais linear. 

De qualquer forma, quando “desperto” o Golf 1.0 TSI entrega excelentes números de desempenho. Segundo a Volkswagen, o hatch médio acelera de 0 a 100 km/h em 9,7 segundos e pode atingir 194 km/h quando abastecido com etanol, números mais do que suficientes para quem busca um modelo para o uso diário e viagens com a família. O Golf é um modelo que não desaponta ao volante, mesmo carregado, proporcionando uma condução tranquila e relaxada. 

Com câmbio manual de 6 marchas, o Golf 1.0 TSI entrega parciais de 11,9 km/l na cidade e 14,3 km/l na estrada quando abastecido com gasolina, ótimos valores considerando o porte do modelo. Com etanol, os números de acordo com o Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular ficam em 8,4 km/l na cidade e 10,1 km/l em uso rodoviário. Tudo isso nos leva a imaginar o quanto o modelo seria capaz de alcançar se equipado com start-stop... Na Europa, é possível encontrar o Golf com motor 1.0 TSI combinado com a transmissão de dupla embreagem e 7 marchas, o que colabora ainda mais para melhorar a eficiência do modelo. Aliás, a falta de uma opção automática para o Golf 1.0 TSI por aqui é algo muito sentido e seguramente é o que limita as vendas dessa configuração do hatch. Segundo alguns rumores, contudo, é bem possível que a caixa automática de 6 marchas, presente no Golf Highline 1.4 TSI, também seja oferecida no Golf Comfortline 1.0 TSI. 

Tabelado em R$ 77.247, o Golf 1.0 TSI traz uma robusta lista de itens de série. No campo da segurança, ele sai de fábrica com os importantes controles de estabilidade e tração. O pacote também inclui o bloqueio eletrônico do diferencial, recurso que melhora o controle dinâmico em condições extremas. O VW ainda conta com o Sistema de Frenagem Automática Pós-Colisão, que aciona os freios de forma automática quando o carro se envolve em um acidente. O objetivo é reduzir a energia cinética residual e colaborar com a integridade do carro e os passageiros. Ainda completam a lista os 7 airbags, sendo os dois dianteiros obrigatórios mais as bolsas laterais, de cortina e uma para os joelhos do motorista. 

No campo do conforto, o Golf Comfortline 1.0 TSI traz volante com revestimento de couro, direção com assistência elétrica, trio elétrico sendo que os retrovisores externos são aquecíveis e contam com função tilt down, rodas de liga leve aro 16” e a central multimídia com tela de 6,5” sensível ao toque e preparada para interagir com os principais smartphones do mercado por meio dos sistemas MirrorLink, Apple CarPlay e Android Auto. 

 
 
Volkswagen Golf 2017
 
Volkswagen Golf 2017
Volkswagen Golf 2017
Volkswagen Golf 2017
 
Volkswagen Golf 2017
Volkswagen Golf 2017
Volkswagen Golf 2017
 
Volkswagen Golf 2017
Volkswagen Golf 2017
Volkswagen Golf 2017
 
Volkswagen Golf 2017
Volkswagen Golf 2017
Volkswagen Golf 2017
 
Volkswagen Golf 2017
Volkswagen Golf 2017
Volkswagen Golf 2017
 
Volkswagen Golf 2017
Volkswagen Golf 2017
Volkswagen Golf 2017
 
Volkswagen Golf 2017
Volkswagen Golf 2017
Volkswagen Golf 2017
 
Volkswagen Golf 2017
Volkswagen Golf 2017
Volkswagen Golf 2017
 
Volkswagen Golf 2017
Volkswagen Golf 2017
Volkswagen Golf 2017
 
Volkswagen Golf 2017
Volkswagen Golf 2017
Volkswagen Golf 2017
 
Volkswagen Golf 2017
Volkswagen Golf 2017
 
 

Vale a pena você acrescentar o “Pacote Comfort” de R$ 4.771 ao modelo, que adiciona o revestimento interno de couro e o ar-condicionado automático digital com duas zonas. O grande problema é que o “Pacote Comfort” não é vendido livremente e você tem que levá-lo em conjunto com o “Pacote Elegance” (volante multifuncional revestido de couro, controlador de velocidade de cruzeiro, rodas de liga leve aro 17” com pneus 225/45 R17, sensores de chuva e crepuscular e retrovisor interno eletrocrômico por R$ 3.296) ou o “Pacote Exclusive”, que traz os mesmos itens do Elegance mais a central multimídia com navegador integrado por R$ 9.836. O único opcional livre é o teto solar panorâmico, que custa R$ 4.771. Vale destacar que itens como o revestimento interno de couro é algo praticamente obrigatório a partir dos modelos de médio porte. Modelo sem esse atributo terão a liquidez comprometida na hora da revenda. 

Por dentro, o Volkswagen Golf em sua sétima geração oferece bom espaço interno para 4 adultos, que só não é melhor aproveitado devido ao grande túnel central traseiro, algo necessário para acomodar o eixo cardã presente nas versões com tração integral disponibilizadas na Europa. Não que seja uma crítica recorrente entre os donos de Golf VII, mas o porta-malas poderia oferecer um pouco mais do que os 313 litros de capacidade. Um Hyundai HB20, por exemplo, acomoda 300 litros no compartimento. 

Com grandes amplitudes para as regulagens da coluna de direção (altura e profundidade) e do banco do motorista, o Golf é um modelo que você encontra sem dificuldade a melhor posição para dirigir. A ergonomia muito bem calculada, a alavanca de câmbio bem posicionada e com engates precisos criam um ambiente muito propício a quem gosta de estar ao volante de um bom automóvel. Tudo isso somado às respostas bem calibradas da suspensão e direção, mostram porque vale a pena pagar alguns Reais a mais por ele. A boa qualidade de montagem e o nítido cuidado na escolha dos materiais também se sobressaem no Golf Comfortline 1.0 TSI. 

Em relação ao Golf VII alemão, o “nosso” perdeu o refinamento da suspensão traseira multibraço, fruto de muitas críticas pelos ruídos que ela desencadeava em nosso piso, mas curioso que essa é uma característica que persiste no modelo nacional. Não é algo que denote um problema, mas convenhamos que ouvir a suspensão trabalhando em um carro na faixa de R$ 80.000 não é algo esperado. 

Em resumo, vale a pena a compra? Sem dúvida nenhuma o Volkswagen Golf é um dos melhores carros no mercado para quem gosta de dirigir. Combinando uma receita mais racional, com baixíssimo consumo para a categoria e desempenho digno de modelos com motores com até o dobro de deslocamento (sem sobrealimentação), o modelo torna-se muito interessante. O preço, abaixo de R$ 80.000 sem opcionais, é bem competitivo, mas falta uma opção automática para que ele figure no topo da lista de compras entre quem pesquisa um automóvel nesse segmento de mercado. Se você não se importa em ter que lidar com o pedal da embreagem, o Golf Comfortline 1.0 TSI é uma das compras mais interessantes que você pode fazer no momento. 

Ficha técnica

Volkswagen Golf 2017 Comfortline 1.0 12V flex manual 4p
Preço R$ 77.247 (10/2017)
Categoria Hatch médio
Vendas acumuladas neste ano 105 unidades
Motor 3 cilindros, 999 cm³
Potência 116 cv a 5500 rpm (gasolina)
Torque 20,4 kgfm a 2000 rpm
Dimensões Comprimento 4,255 m, largura 1,799 m, altura 1,468 m, entreeixos 2,63 m
Peso em ordem de marcha 1223 kg
Tanque de combustível 50 litros
Porta-malas 313 litros
Veja ficha completa

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/