Correu o boato nesta semana sobre a negativa da Toyota em comercializar no mercado dos Estados Unidos a versão elétrica do RAV4 com o sobrenome EV. Os japoneses não gostaram e correram para os microfones. Em comunicado oficial, a marca esclarece que o RAV4 EV “será vendido definitivamente ao público geral”. A empresa ainda aproveita o informe para avisar que há muitos consumidores interessados do carro, que foi um dos destaques da ala “verde” no Salão de Los Angeles de 2010.

A motorização do RAV4 EV foi desenvolvida pela Tesla Motors, empresa famosa pelo esportivo Roadster, o primeiro de sua categoria movido somente por eletricidade. No entanto, as empresas não divulgaram tantos dados sobre a performance do veículo, mas dá algumas dicas. Durante a apresentação do carro em 2010, os executivos da Toyota disseram que o RAV4 elétrico tem velocidade e aceleração compatíveis com a da versão V6, mas com alcance de 100 milhas, ou 160 km.

Toyota RAV4 EV
Divulgação

A Toyota diz que o RAV4 elétrico anda como um carro V6 e tem alcance de 160 km

O sistema obtém sua energia de baterias de ion-lítio alojadas na parte traseira do crossover. A recarga é feita pelo sistema de freios regenerativos, que aproveita a energia das frenagens, e pela rede elétrica convencional, ligando-o em tomadas de 220V.

Toyota RAV4 EV
Divulgação

Como não tem motor a explosão não é preciso entradas de ar, com isso ganha-se em aerodinâmica

Além da ratificação do RAV4 EV para venda nos EUA, a fabricante ainda confirmou o lançamento do Scion iQ EV também para 2012. O carro é a versão com motor elétrico baseado no Toyota iQ, mas sob as asas da Scion, a divisão “jovem” do grupo japonês no mercado norte-americano. O subcompacto, porém, será oferecido, a princípio, apenas em programas de car sharing, onde o consumidor paga uma taxa para compartilhar o mesmo automóvel com mais motoristas.

Thiago Vinholes

|