Toyota entrega 20 Prius táxis em SP

Modelos com motor gasolina/elétrico foram adquiridos por empresas frotistas com incentivos da Prefeitura de São Paulo

O Prius já pode ser visto em São Paulo | Imagem: Toyota

Agora qualquer pessoa já pode andar de carro híbrido em São Paulo (SP). A divisão nacional da Toyota entregou neste mês os primeiros 20 Prius táxis na cidade previstos no programa da Prefeitura que incentiva empresas frotistas a adquirirem com descontos veículos com motorização de baixo consumo e emissões.

De acordo com o decreto, a montadora japonesa poderá oferecer ainda 96 automóveis com motorização híbridas para taxistas, totalizando 116 unidades até o final de 2012. A fabricante, porém, ainda não confirma se toda cota será consumida até o fechamento de dezembro.

Conforme as regras do “Programa de Táxis Híbridos”, as empresas interessadas em adquirir esse tipo de veículo primeiro têm de passar por um processo seletivo para então ser autorizada a comprar pacotes com no mínimo cinco carros, sendo que obrigatoriamente dois deles precisam ser híbridos, dois flex e um acessível, para atender passageiros com necessidades especiais de locomoção.

Veja mais: Como anda o híbrido Toyota Prius

Mas o programa de incentivo não para por aí: todos os veículos adquiridos dentro deste formato terão de ser substituídos por automóveis totalmente elétricos até 2017 – recentemente dois Nissan Leaf táxi começaram a operar em São Paulo.

Veja mais: Vou de táxi, elétrico!

Toyota Prius

O Prius ainda não é conhecido no Brasil, mas sua fama é grande no exterior. O carro híbrido da Toyota foi o primeiro do gênero a estrear no mercado mundial, em 1997, e suas vendas já passaram das 3,2 milhões de unidades, o que faz dele o principal modelo de sua categoria. Seus principais são os Estados Unidos, onde soma mais de 1,2 milhão de emplacamentos, e o Japão, onde é o automóvel mais vendido.

A versão que desembarcou em São Paulo já é a terceira geração do Prius, que traz um motor de alumínio quatro cilindros 1.8 a gasolina auxiliado e outro elétrico. Ao unirem forças, o conjunto gera até 138 cv e proporciona um desempenho comparável ao de um sedã médio com motor 1.6.

Os motores também podem atuar de forma isolada de acordo com a necessidade. Em trajetos rodoviários, que exigem giros mais elevados do motor, atua apenas o bloco a combustão. Já em velocidades baixas e constantes o carro pode ser impulsionado apenas pela eletricidade. Este modo, porém, consome muita energia das baterias, limitando o alcança a poucos quilômetros. No modo combinado, por outro lado, o consumo médio é de 25,5 km por litros de gasolina e a autonomia pode superar os 1.150 km.

O Prius foi apresentado ao público brasileiro na edição deste ano do Salão do Automóvel de São Paulo. Na ocasião a montadora divulgou que iniciará as vendas do carro híbrido para o consumidor final a partir de janeiro de 2013. O preço, no entanto, ainda não será nada convidativo: R$ 120.000.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!